“É tão agudo que tenho de agarrar as minhas bolas”, diz Sam Smith sobre canção de 007

“Writing's On The Wall” é a faixa-tema de 007 Contra Spectre, novo filme do espião James Bond

Redação Publicado em 26/10/2015, às 13h27 - Atualizado em 10/01/2016, às 13h16

O cantor Sam Smith.
Divulgação

Em tom de brincadeira, Sam Smith revelou que “quase se arrependeu” de ter composto a faixa “Writing's On The Wall”, tema de Contra Spectre, novo filme da franquia 007.

Galeria: 50 anos de música com James Bond.

O músico foi o convidado do programa de TV Graham Norton Show na última sexta, 23. Na oportunidade, Smith interpretou o single, além de comentar a composição. “Eu só a cantei uma vez, na verdade. Fiz em uma demo no estúdio e eles usaram isso. É horrível cantar essa música. Quase me arrependei – não, não me arrependo -, mas é muito agudo. Tenho que agarrar as minha bolas. É péssimo”.

Rock in Rio 2015: Sam Smith esbanja talento na estreia em palcos brasileiros.

O cantor ainda disse que a música precisou de “alguns ajustes” em relação ao rascunho original, pois estava muito “vulnerável e emotiva”. Segundo Smith, uma faixa assim não seria adequada a imagem de James Bond.

Essa é a primeira vez desde o longa 007 Contra Thunderball (1965) em que um cantor britânico grava a canção-tema de um longa-metragem de James Bond. Na ocasião, Tom Jones havia assumido a função.

Recentemente, foi revelado que Contra Spectre terá 160 minutos de duração, número correspondente a 2h40, tornando-se o 007 com maior tempo de duração da história. Antes dele, Cassino Royale (2006) aparece com 144 minutos (2h24) e Operação Skyfall – o mais recente filme do 007 –, com 143 minutos (2h23).

O filme chega aos cinemas brasileiros em 5 de novembro.

Assista ao clipe de “Writing's On The Wall”: