Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Show do Garotos Podres é interrompido por ataques de viés político em Pederneiras (SP)

Segundo relatos do Garotos Podres, a banda foi coagida a 'não falar de política' durante a apresentação

Redação Publicado em 16/11/2022, às 12h25 - Atualizado às 19h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Garotos Podres (Foto: Laura Ciampone / divulgação)
Garotos Podres (Foto: Laura Ciampone / divulgação)

O show do Garotos Podres no feriado desta última terça-feira (15) acabou em confusão. O grupo relatou no Instagram ataques durante sua apresentação em Pederneiras, interior de São Paulo, onde, segundo a banda, um homem agrediu pessoas na plateia e tentou atingir o vocalista Mao. 

As agressões teriam começado após a banda tocar uma música criticando o atual presidenteJair Bolsonaro (PL).

+++LEIA MAIS: STF suspende MP de Bolsonaro que vetava apoio financeiro para a cultura

Durante uma das músicas, uma mulher, incomodada com o fato de termos criticado o atual presidente, atirou uma lata de cerveja no palco (...). Na sequência, um homem quis agredir o vocalista e não conseguiu. Revoltado ele iniciou uma confusão no "bate cabeça" e logo em seguida deu um soco no rosto de uma mulher, que desmaiou na hora," diz o comunicado.

Ainda segundo a publicação, o Garotos Podres acionou a polícia que estava no local, mas foi em vão.

A polícia, que estava no local com uma base e uma viatura, se omitiu. Foi conivente com o agressor. O homem agrediu duas pessoas, sendo uma delas uma mulher, entrou no carro e foi embora, a polícia da cidade nada fez.

Após o show, a banda tentou seguir com a apresentação, mas, foram coagidos pelo Secretário de Cultura, Geraldo Antonio Cardoso Junior, pedindo para que o grupo não falasse mais de política. Ao insistir em tocar, a Defesa Civil cortou a energia do palco.

+++ LEIA MAIS: Em entrevista, Alcione declara voto em Lula e afirma: "Não odeio ninguém"

Confira o relato do Garotos Podres na íntegra abaixo: 

A Rolling Stone Brasil tentou contato com a Prefeitura e Secretaria Municipal de Cultura de Pederneiras, e até o momento não obteve resposta, no entanto, após a publicação desta matéria, a Prefeitura da cidade se manifestou em uma publicação no Instagram, afirmando que tentou contato com Jorvasio Medeiro, idealizador e organizador do evento, mas não obteve sucesso.

A publicação ainda ressalta que acionou as autoridades para apurar o caso e que é a favor da liberdade de expressão. Confira a nota na íntegra abaixo.