Sinéad O'Connor exige que Miley Cyrus peça desculpa e ameaça processá-la

"Será que você tem alguma ideia do quão burro e perigoso é tirar sarro de pessoas sofrendo de doenças mentais?”, questionou a cantora irlandesa

Redação Publicado em 04/10/2013, às 19h11 - Atualizado às 19h52

Miley Cyrus
Al Powers / AP

A discussão virtual entre Miley Cyrus e Sinead O’Connor ganhou novos capítulos. No mais recente, O'Connor exigiu que Miley Cyrus pedisse desculpa por ter feito piada com a saúde mental de Sinead, ao postar tuítes em que a cantora irlandesa diz que não está bem e pede ajuda. Também criticou a cantora por envolver a saúde mental de Amanda Bynes na situação, sendo que a atriz nem tinha nada a ver com isso.

A evolução de Miley Cyrus: de menina da Disney a garota selvagem.

“Quando você pedir desculpa publicamente para mim e para Amanda e para todas as pessoas que sofrem com a saúde mental e todos aqueles que foram abusados por padres, encerraremos o assunto”, disse a cantora, se referindo ao fato de que Miley mencionou a ocasião quando Sinead rasgou uma foto do Papa João Paulo II. O'Connor ameaçou processar Miley caso ela não se desculpasse.

Febre teen: os 25 momentos mais explosivos de ídolos adolescentes.

Tudo começou com Miley citando Sinead como uma influência e Sinead escrevendo uma primeira carta aberta, publicada em seu site oficial, aconselhando a cantora a não se deixar prostituir pela indústria. “A indústria não liga para você, ou para qualquer uma de nós”, escreveu Sinead a Miley. “Eles vão prostituí-la por tudo que você vale e facilmente vão fazer você pensar que isso era o que você queria. E quando você acabar em uma clínica de reabilitação por ter sido prostituída, 'eles' estarão em seus iates em Antígua, que compraram com a venda de seu corpo, e você vai se sentir muito sozinha.”

Miley não gostou. No Twitter, a ex-Hanna Montana comparou a cantora irlandesa à atriz Amanda Bynes e lembrou de quando Sinead rasgou uma foto do Papa. “Antes de Amanda Bynes teve...”, respondeu Miley, lembrando do episódio em que Sinead, em janeiro do ano passado, tuitou que precisava “urgentemente” de um psiquiatra em Dublin. A cantora de “Wrecking Ball” também tuitou uma imagem do polêmico episódio do Saturday Night Live, em 1992, quando Sinead rasgou uma imagem do papa João Paulo II.

Sinead, então, escreveu uma segunda carta, na qual criticou a resposta da jovem cantora. "Será que você tem alguma ideia do quão burro e perigoso é tirar sarro de pessoas sofrendo de doenças mentais?” Miley novamente respondeu pelo Twitter, em uma aparente cutucada, dizendo que não tinha tempo de escrever uma carta porque esta semana apresenta e canta no Saturday Night Live. E aí, finalmente, temos a terceira carta aberta de Sinead O’Connor, citada acima, na qual ela provoca de volta: “dá para você tirar cinco minutos entre trocas de fio dental para pedir desculpa publicamente e apagar seus tuítes abusivos”.