Sony negocia para lançar filme com ensaios de Michael Jackson

Produção deve ser dirigida por Kenny Ortega, coreógrafo da turnê em Londres, e pode contar com versão alternativa de "Thriller"

Da redação Publicado em 20/07/2009, às 12h37

A Sony Pictures está prestes a fechar negócio para transformar em filme as 80 horas de gravação dos ensaios de Michael Jackson para os shows em Londres. Segundo a edição online da Variety, o projeto deve, de cara, abocanhar da produtora US$ 50 milhões (R$ 95 mi), valor a ser destinado aos cofres da AEG Entertainment, detentora dos direitos autorais do material filmado.

A companhia estava por trás dos 50 apresentações da turnê This Is It!, que deveria começar em 13 de julho. Semanas após a morte do cantor, em 25 de junho, a empresa ofereceu as gravações a vários estúdios, informou a Variety.com.

Michael Jackson está em uma das capas da edição deste mês da Rolling Stone Brasil. Saiba mais.

O filme deverá ter pelo menos três vídeos, incluindo uma versão alternativa de "Thriller", single do álbum homônimo, de 1982. A produção foi filmada para ir ao ar durante os intervalos dos shows e, originalmente, bolada para exibição em 3D. Não se sabe, contudo, se a tecnologia será incorporada ao filme da Sony.

O que já está bem sacado é que, aos poucos, a AEG se recupera dos prejuízos - que podem ter chegado a US$ 1 bilhão (R$ 1,9 bi) - com o cancelamento dos 50 shows.

Conhecido pelo trabalho na franquia High School Musical, o coreógrafo Kenny Ortega deverá dirigir a obra. Ele era o encarregado de tocar a direção musical da turnê de Jackson. Ortega terá tempo para organizar o material o quanto antes - o plano da Sony é colocar a fita no mercado até o fim do ano -, já que seu próximo projeto, o remake de Footlose, só deve começar a ser rodado em março, quando Chace Crawford, o "novo" Kevin Bacon, estiver de folga das gravações da série Gossip Girl.

A disputa entre estúdios pelas 80 horas de gravação foi acirrada, segundo a revista. Por que a Sony levou a melhor sobre concorrentes como Universal, Fox e Paramount? Elementar: a empresa tinha preferência, pois seu braço musical, a Sony Music Entertainment, já detém os direitos das canções de Jackson.

A AEG também negocia os direitos de TV e vídeo para tributo ao ídolo no dia 29 de agosto, quando Jackson completaria 51 anos. O show ocorrerá em Londres e seguirá a lista de músicas planejada por Jackson, com interpretações da irmã Janet Jackson e de Justin Timberlake, entre outros.

Confira a cobertura completa sobre a morte de Michael Jackson.

Assista abaixo a vídeo com cenas dos últimos ensaios do astro: