Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Novidade!

Spotify lança videoclipes para usuários premium em mercados selecionados

Após estar disponível para alguns usuários, nova maneira de consumir música no Spotify chega em 11 países, como Brasil e Reino Unido

Ed Sheeren (foto: Theo Wargo/Getty Images for Spotify)
Ed Sheeren (foto: Theo Wargo/Getty Images for Spotify)

Não apenas com lançamento de músicas e discos de estúdios, os artistas também costumam fazer bastante sucesso e divulgar o próprio trabalho por meio dos videoclipes, formato que chega ao Spotify, nesta quarta, 13, em versão beta para usuários premium em mercados selecionados.

O Brasil é uma das regiões que recebem a novidade, assim como Reino Unido, Alemanha, Itália, Holanda, Polônia, Suécia, Colômbia, Filipinas, Indonésia e Quênia. Além de estrelas mundiais, como Ed Sheeran, Doja Cat e Ice Spice, artistas brasileiros como Anitta, Henrique & Juliano, Luísa Sonza, Zé Felipe e LUDMILLA e também terão clipes na plataforma de streaming.

+++LEIA MAIS: Spotify: Reproduções de músicas de artistas mulheres brasileiras crescem 252% nos últimos 5 anos

Além de poder assistir aos videoclipes nos aplicativos instalados nos computadores, os usuários premium do Spotify também pode acessá-los nos dispositivos iOS, Android ou até mesmo na televisão. Para ver os clipes, basta clicar no ícone "Vídeo." Caso queira trocar para apenas a música, pressione para mudar para áudio.


Quanto artistas e gravadoras independentes geraram no Spotify em 2023?

Pela primeira vez, Spotify revelou quanto de receita que artistas e gravadoras independentes geraram na plataforma de streaming em 2023, ano que representou recorde para os cantores e bandas que não possuem vínculo com uma grande gravadora - e os números impressionam.

+++LEIA MAIS: Marília Mendonça lidera ranking das 50 músicas mais tocadas no Brasil em 2023; confira lista

Em comunicado enviado à imprensa, a empresa revelou como artistas e gravadoras independentes geraram quase US$ 4,5 bilhões, valor que representa cerca de metade do que toda a indústria gerou no Spotify (US$ 9 bilhões). Além disso, essa arrecadação representa quatro vezes mais daquilo gerado em 2017.