Steven Adler não tentou cometer suicídio, garante representante do ex-baterista do Guns N' Roses

Um porta-voz do músico se pronunciou sobre o caso, e também garantiu que os ferimentos foram superficiais

Redação Publicado em 28/06/2019, às 17h20

None
Steven Adler no 3rd Annual Revolver Golden Gods Awards, em 2011 (Foto: Chris Pizzello/AP)

Um representante do músico Steven Adler se pronunciou sobre o incidente que aconteceu no fim do dia da última quinta, 27, e desmentiu os rumores de que o norte-americano tenha tentado o suicídio.

Segundo uma declaração do porta-voz ao site TMZ, os ferimentos no ex-baterista do Guns N' Roses foram "bem pequenos e superficiais", e resultados de um acidente. 

Mais detalhes não foram revelados sobre o caso.

+++ LEIA MAIS: O fim dos Beatles: como caprichos e raiva destruíram a maior banda de todos os tempos

Steven Adler, ex-baterista do Guns N' Roses, foi internado às pressas na noite da última quinta, 27, com um ferimento à faca, ocorrido na sua residência em Los Angeles. A notícia também foi divulgada pelo site TMZ.

De acordo com fontes consultadas pelo site, a polícia recebeu uma ligação vinda do endereço da casa do músico por volta das 18h30 (horário local) para relatar o acontecido e pedir ajuda. Policiais e paramédicos que foram atender ao pedido encontraram o músico com ferimentos na região do estômago.

Com machucados considerado não letais, ele foi levado com urgência para o hospital e, até o momento, não foram encontradas evidências de envolvimento de outras pessoas.

Steven Adler já falou publicamente sobre seu uso de drogas ao longo da carreira, e sua luta contra os vícios. O baterista até participou de programas de televisão para falar sobre o problema.

Inicialmente o portal havia divulgado a notícia de que a polícia recebeu, no fim da tarde da quinta, uma ligação vinda do endereço da casa de Adler, para relatar o acontecido e pedir ajuda.

Policiais e paramédicos foram atender ao pedido e encontraram o músico com ferimentos na região do estômago.

Com machucados considerado não letais, ele foi levado com urgência para o hospital e, ao que tudo indica, não corre risco de vida.

O show que ele faria no dia 12 de julho em Las Vegas acontecerá normalmente.

+++De Emicida a Beyoncé: Drik Barbosa escolhe os melhores de todos os tempos