Sucesso dos anos 1990, Três é Demais ganhará episódios inéditos na Netflix

Com previsão de lançamento para 2016, a nova temporada estará disponível a todos os assinantes do serviço de streaming

Redação Publicado em 21/04/2015, às 14h56

Três é Demais
Divulgação

Mais um seriado de sucesso voltará às telinhas. Ante uma onda de remakes e spin-offs, é a vez de Full House (exibido no Brasil com o título Três é Demais) ganhar uma temporada inédita com produção da Netflix.

Veja oito curiosidades sobre Orange Is the New Black.

A “revelação” foi feita pelo ator John Stamos (Jesse Katsopolis) em entrevista durante o talk show de Jimmy Kimmel. Posteriormente, a empresa de streaming confirmou a informação. Com o título Fuller House, os episódios serão lançados em 2016.

O futuro dos filmes: a Netflix se tornará o próximo grande estúdio de Hollywood?

A série, produzida entre as décadas de 1980 e 1990, foi criada por Jeff Franklin. O enredo original gira em torno do viúvo Danny Tanner (Bob Saget), que tinha a difícil tarefa de criar três filhas e , para isso, pede a ajuda do melhor amigo Joey (Dave Coulier), e do cunhado, interpretado por Stamos. Os novos episódios, no entanto, terão como enfoque a vida de D.J. (Candace Cameron Bure), filha mais velha de Tanner, agora adulta.

Dez figurinos de destaque em séries.

Na nova trama, ela é uma veterinária, também viúva, e grávida do terceiro filho. Para viver o difícil cotidiano, D.J. pede ajuda para a irmã Stephanie (Jodie Sweetin), e para Kimmy Gibbler (Andrea Barber), uma amiga de infância. As três se mudam para a casa da veterinária, que, além do bebê chegando, precisa cuidar de J.D., um rebelde adolescente de 12 anos, e Max, uma criança neurótica.

Galeria: os melhores finais de séries de todos os tempos.

Apesar do projeto estar em fase avançada de pré-produção, a Netflix ainda negocia a participação de Mary-Kate e Ashley Olsen (que deram vida à filha caçula de Danny, Michelle). Stamos, por sua vez, trabalhará como produtor, participando de episódios esporádicos.

Essa é a terceira tentativa de reviver Full House. Em 2009, Stamos tentou levar a trama ao cinema, mas o projeto não saiu do papel. A segunda tentativa, em 2013, surgiu de uma proposta do canal FX para realizar 12 novos episódios, podendo se estender a outros 90, mas a ideia foi descartada.