Texas libera shows com 100% da capacidade e sem máscaras em meio à pandemia

Segundo governador do Texas, ordem executiva garante que 'empresas e famílias tenham liberdade de determinar seus próprios destinos.'

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 04/03/2021, às 09h17

None
Show ao vivo do Twenty One Pilots (Foto: Brad Heaton)

Gregg Abbott, governador do Estado do Texas, EUA, anunciou a reabertura total dos estabelecimentos e suspendeu o uso obrigatório de máscaras. A partir do dia 10 de março, empresas e casas de shows ao vivo poderão reabrir sem restrição contra Covid-19

"Com os avanços médicos em vacinas e drogas terapêuticas com anticorpos, o Texas agora tem as ferramentas para proteger os texanos do vírus", declarou Abbott em comunicado oficial publicado em suas redes sociais. "Devemos fazer mais para restaurar os meios de subsistência e a normalidade dos texanos abrindo o Texas em cem por cento", disse. 

+++LEIA MAIS: Download Festival e Primavera Sound cancelam edições em 2021

Abbott continuou: "A Covid-19 não desapareceu, mas está claro que a partir das recuperações, vacinações, hospitalizações reduzidas e das práticas seguras que os texanos estão usando, os mandatos estaduais não são mais necessários. O anúncio de hoje não abandona as práticas de segurança que os texanos dominaram no ano passado." 

O governador ainda pontuou que a decisão é em prol da liberdade das empresas e famílias do Texas, e que cada cidadão tem um papel a desempenhar em sua própria segurança pessoal e na segurança dos outros. "Com a ordem executiva, estamos garantindo que todas as empresas e famílias no Texas tenham a liberdade de determinar os seus próprios destinos."

Embora os números de mortes por Covid-19nos Estados Unidos estejam em queda devido ao plano de vacinação em funcionamento, nesta quarta, 3, morreram 274 pessoas somente no Texas, com média de 225 mortes diárias durante os últimos 7 dias no estado. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

+++LEIA MAIS: Organização do Rock in Rio se mostra confiante e mantém festival para setembro de 2021

Alguns músicos repudiaram a decisão de Gregg Abbott. Chuck D, um dos MCs do Public Enemy, disse em post no Instagram: "Fique seguro, Texas", enquanto a banda Garbage, liderada pela vocalista Shirley Manson e pelo baterista e produtor Butch Vig, respondeu indignada: "Oh, Deus". 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Chuck D 🎤 (@mrchuckd_pe)

As informações são do site Loudwire.


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL