Zooey Deschanel e Joseph Gordon-Levitt interpretam Sid e Nancy em curta

Dupla protagoniza cena baseada em Sid & Nancy - O Amor Mata. Detalhe: Zooey interpreta Sid, o polêmico baixista do Sex Pistols, e Joseph, a namorada

Da redação Publicado em 09/07/2009, às 14h19

Zooey Deschanel, atriz e metade da dupla She & Him, e o ator Joseph Gordon-Levitt, encarnaram Sid Vicious e Nancy Spugen, em paródia do filme Sid & Nancy - O Amor Mata (1986). Detalhe: é nessa ordem mesmo. Ela, que já foi vista em filmes como O Guia do Mochileiro das Galáxias e Fim dos Tempos, interpreta o músico londrino, que virou ícone do punk como baixista do Sex Pistols. Já ele é a groupie e namorada do músico. O vídeo integra a série online Cinemash, parceria entre a revista norte-americana Mean com o Zune, mídia player portátil da Microsoft. Assista ao curta abaixo:

Sid Vicious, o baixista do Sex Pistols, e Nancy Spugen, não tiveram final feliz: em 1978, ela foi encontrada morta a facadas no quarto onde vivia com o músico, no Hotel Chelsea, em Nova York. O crime nunca foi esclarecido, mas Sid chegou a ser preso, sob suspeita de, sob efeito de drogas, ter assassinado a namorada. Em fevereiro do ano seguinte, o artista morreu, após overdose de heroína.

A proposta do Cinemash é, basicamente, esta: o convidado deve escolher um filme que marcou sua vida e criar uma versão, em curta-metragem, para ele. E outros atores embarcaram nessa viagem: Milo Ventimiglia (o Peter Petrelli da série Heroes), por exemplo, se inspirou no coreano Oldboy para seu filmete.

O curta de Gordon-Levitt (ele, de lingerie) e Deschanel (com as vestes punk de Sid) foi o primeiro a ir ao ar, na terça, 7. No filme de 1986, dirigido por Alex Cox, coube a Gary Oldman interpretar Sid, enquanto o papel de Nancy ficou com Chloe Webb. Courtney Love, viúva de Kurt Cobain, fez uma ponta ne pele de uma amiga de Nancy. Os protagonistas da versão de 2009 estarão juntos no filme (500) Dias de Verão, de Marc Webb (que também dirigiu o filmete para o Cinemash.

"Queríamos levar tudo realmente a sério", afirmou Gordon-Levitt. A troca de gênero - ele é ela, e vice-versa - acabou sendo "uma piada em cima da piada". "Para ser engraçado, tivemos que fazer do jeito mais real."

Webb acredita que a proposta de inverter os papeis de feminino e masculino "era uma daquelas coisas que tinham de ser feitas". "Uma vez que a ideia é lançada, você precisa fazer. Você não pode simplesmente pô-la de volta goela abaixo."

Toda terça, até meados de agosto, um novo episódio será liberado no site do Cinemash.