Exclusivo: Tiê pensa no quarto disco e garante que será um álbum “mais quente”

A cantora conversou com a Rolling Stone Brasil durante um show intimista em São Paulo
  • Imprimir
por Lucas Borges
15 de Ago. de 2015 às 14:20

Cerca de oitenta pessoas tiveram o privilégio de ver uma apresentação acústica intimista de Tiê, com direito a fotos e troca de ideias com a cantora paulista ao longo do espetáculo de voz, violão, contrabaixo e teclado. O evento foi realizado nesta sexta-feira, 14, na loja da Apple, em São Paulo.

Tiê, Rael, Titãs e Otto se apresentarão em shows gratuitos nas ruas de São Paulo.

A autora do sucesso “A Noite” encantou seu pequeno público — além de alguns transeuntes que passeavam pelo shopping e eram surpreendidos pela voz da cantora, presente na trilha sonora da novela da Globo I Love Paraisópolis com essa faixa — esbanjando simpatia e graça durante 50 minutos.

Apple Music está no ar; veja como funciona o novo serviço de streaming.

“Todas as músicas que eu faço são autobiográficas, eu só sei escrever sobre eu mesma”, brincou a artista. “Mas algumas coisas eu adapto. ‘A Bailarina e o Astronauta’, por exemplo, eu nunca fui bailarina de circo, só fiz aula de balé”.

Saiba quem são as cinco pessoas mais poderosas no mundo do streaming musical.

Menos de 24h depois dessa delicada experiência, Tiê estará cercada de milhares de pessoas em uma das maiores praças públicas da capital paulista, o Largo da Batata, para um — possivelmente — transloucado show com o pernambucano Otto, para o Tim Music Festival.

Tiê, Rael, Titãs e Otto se apresentarão em shows gratuitos nas ruas de São Paulo.

“Amanhã [sábado] vai ser rock and roll, vai ter as cordas também. Sempre faço show com Otto e é muito divertido. Não sei onde é, mas tem um lugar em que a gente se conecta além da amizade. E sempre casamos para fazer show, ele primeiro, eu depois. O Otto é divertido demais”.

A própria Tiê, por sinal, está prestes a mostrar uma nova face. A longa espera entre A Coruja e o Coração, álbum de 2011, e Esmeraldas, do ano passado, não deverá se repetir e a cantora já pensa em um próximo trabalho.

“Talvez eu faça um álbum para lançar no ano que vem. Foi bom o espaço que eu deixei entre o segundo disco e o terceiro, mas ao mesmo tempo foi me dando uma agonia, não me vinha nada mesmo. Mas agora eu vou tentar. Imagino que será um disco mais quente porque eu tenho ficando muito mais quente”, conta ela.

Os adoradores da cantora que acompanharam apaixonadamente o show da última sexta, 14, podem ficar tranquilos. Tiê ainda não desistiu das belas melodias do último trabalho. “O que eu não consigo fazer é, enquanto estou apaixonada por um disco, pensar em outro. Ainda estou apaixonada pelas músicas do Esmeralda. Preciso enjoar para gravar o próximo”.

Recomendadas