Brad Pitt perde mais uma batalha do processo judicial contra Angelina Jolie; entenda

Angelina Jolie e Brad Pitt encontram-se em batalha judicial pela custódia dos filhos

Redação Publicado em 28/10/2021, às 09h54

None
Angelina Jolie (foto: Invision/AP) e Brad Pitt no Globo de Ouro 2020 (Foto: Jordan Strauss / Invision / AP)

Um dos casais mais querido de Hollywood, Brad Pitt e Angelina Jolie separaram-se legalmente em 2016 e, desde então, os dois estão em uma disputada batalha judicial pela guarda dos filhos. O ator de Era Uma Vez Em... Hollywood perdeu mais uma parte desse processo - e segue sem ter a guarda compartilhada dos filhos. 

O ator tentou convencer a Suprema Corte da Califórnia a entrar no caso. Contudo, não deu certo. Anteriormente, Pitt fez um pedido de revisão da custódia, o qual foi negado pelo Tribunal Superior. 

+++ LEIA MAIS: Angelina Jolie quer a expulsão de juiz no caso do divórcio com Brad Pitt; entenda

Em agosto, o astro de Hollywood enviou um pedido à Suprema Corte, porque não acreditava que a decisão de banir o juiz John W. Ouderkirk, até então à frente do caso, estava correta. A solicitação foi negada, porém. 

Segundo relata o E-Pipoca, o juiz em questão era conhecido de Brad Pitt. Desse modo, Angelina Jolie exigiu a desqualificação dele para o cargo devido à falta de transparência em revelar que ele conhecia o ator. Ouderkirk decidira que o astro merecia a custódia dos filhos dividida igualmente. 

+++LEIA MAIS: Angelina Jolie e Brad Pitt brigam na justiça pela guarda dos 6 filhos após o divórcio

Em maio deste ano, Jolie e a equipe jurídica entraram com os papéis para a remoção do juiz. Dois meses depois, em julho de 2021, uma opinião apresentada por três juízes de apelação determinou a desqualificação de Ouderkirk após ser considerado que o juiz "violou suas obrigações éticas."

Com o afastamento do juiz, o ator argumentou que isso não deveria anular a custódia em conjunta, decidida anteriormente por Ouderkirk. Conforme pontuou, a decisão fora tomada por conta de um longo julgamento - e, na ocasião, contou com testemunhas especializadas.

+++ LEIA MAIS: Por que o divórcio com Brad Pitt fez Angelina Jolie pausar a carreira de diretora?

"Após mais de quatro anos de litígios contenciosos, todos os dias dos quais prejudicaram as crianças e seu pai, uma decisão de custódia importante e considerada será totalmente desfeita como resultado de um erro administrativo totalmente não relacionado ao mérito da própria disputa de custódia," dizia a petição.

Juntos, os dois têm 6 filhos: Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, Knox, e Vivienne. Mais cedo em meio à batalha judicial pela guarda dos filhos,Jolie havia entrado com documentos judiciais e disse que a família pode mostrar "provas" da violência doméstica por parte de Brad Pitt.