Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

De 'Pânico' ao 'Telefone do Sr. Harrigan': 10 filmes em que o telefone é (quase) um personagem [LISTA]

Nestes longas de terror, suspense e drama, o telefone tem um papel tão importante que torna-se quase um protagonista inanimado

Pamela Malva Publicado em 09/10/2022, às 12h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cenas de Pânico (Foto: Reprodução/ Dimension Films), O Telefone do Sr. Harriga (Foto: Reprodução/ Netflix) e Chamada de Emergência (Foto: Reprodução/ TriStar Pictures)
Cenas de Pânico (Foto: Reprodução/ Dimension Films), O Telefone do Sr. Harriga (Foto: Reprodução/ Netflix) e Chamada de Emergência (Foto: Reprodução/ TriStar Pictures)

Na última semana, chegou ao catálogo da Netflix o longa O Telefone do Sr. Harrigan, protagonizado pelo ator Jaeden Martell, de It: A Coisa. Escrita e dirigida por John Lee Hancock, a produção mistura drama, suspense e sobrenatural em uma trama instigante.

No filme, tudo começa em uma pequena cidade da Nova Inglaterra, com o jovem Craig realizando algumas tarefas domésticas para o misterioso e recluso Sr. Harrigan. Vivido por Donald Sutherland, o idoso bilionário é avesso às tecnologias modernas, mas acaba tornando-se amigo do adolescente e ambos passam a conversar por um smartphone.

+++LEIA MAIS: Telefonemas do além são destaque em estreia da Netflix

Tudo muda, no entanto, quando Sr. Harrigan morre e “a misteriosa conexão deles se recusa a terminar”, segundo a sinopse do filme. Craig sofre com a perda do amigo e, vítima de bullying na escola, continua ligando para o telefone do Sr. Harrigan. Para a surpresa do jovem, o aparelho enterrado junto do idoso passa a responder às chamadas.

Acontece que O Telefone do Sr. Harrigan não é a primeira produção a criar uma narrativa em que um telefone também funciona, de certa forma, como um personagem. Pensando nisso, separamos 10 filmes em que o telefone é um vilão, ou um ajudante. Confira:

1. Pânico (1996 - 2022)

Na clássica franquia de 1996, o vilão principal é, claro, o serial killer fanático por filmes de terror que usa uma aterrorizante máscara branca. Mas o que seria da narrativa do longa se o assassino não ligasse para suas vítimas antes? Dessa forma, quem assiste o filme consegue até sentir um arrepio quando vê e escuta o próximo telefone tocando na telona.


2. Hush (2016)

Toda a trama de Hushse passa em uma cabana na floresta, onde vive Madison Young, uma jovem escritora que perdeu a audição quando pequena. Um dia, seu próprio celular torna-se um vilão quando um homem mascarado entra em sua casa, rouba o aparelho, e começa uma sequência de jogos mentais enviando fotos dela para o computador da escritora.

+++LEIA MAIS: Sorria, estreia de terror, teve marketing macabro transmitido em liga de esporte; entenda


3. Telefone Preto (2022)

Uma adaptação do conto de 2004 escrito por Joe Hill, o novo longa da Universal narra o sequestro do pequeno Finney Shaw (Mason Thames). Preso e mantido em cativeiro por um homem que utiliza uma máscara assustadora, o menino começa a se comunicar, através de um telefone preto, com as outras vítimas de seu sequestrador.


4. Por Um Fio (2002)

Interpretado por Colin Farrell, o publicitário Stu Shepard escuta um telefone público tocar enquanto caminhava pelas ruas de Nova York. O homem atenede o aparelho e, então, vê-se encurralado em uma cabine telefônica, já que, do outro lado da linha, um serial killer afirma estar armado com um fuzil e promete atirar no protagonista caso ele saia da cabine.

+++LEIA MAIS: Vale dos Esquecidos: Atriz revela detalhes da primeira série de terror nacional da HBO Max [ENTREVISTA]


5. O Chamado (2002)

Outro clássico do cinema de terror, O Chamado tem dois vilões inanimados: uma fita de vídeo e o telefone — que, ao ser atendido, projeta uma voz fantasmagórica que anuncia a morte do interlocutor em “sete dias”. Protagonizado por Naomi Watts, é um dos primeiros longas dos quais as pessoas se lembram quando o assunto é uma ligação macabra.


6. Chamada de Emergência (2013)

Protagonizado por Halle Berry, o filme narra a frustração de uma operadora de emergência da polícia que não consegue salvar uma garotinha de um serial killer. Tempos depois, ela recebe a ligação de outra jovem, que está sendo sequestrada pelo mesmo homem.


7. Direção Explosiva (2018)

Nesta trama alemã, tudo começa quando Karl Brendt (Wotan Wilke Möhring) recebe uma ligação enquanto leva seus filhos para a escola. Do outro lado da linha, um desconhecido afirma que colocou bombas no carro e que, em troca da sobrevivência do homem e das duas crianças, ele quer uma quantia milionária de dinheiro.

+++LEIA MAIS: Halloween Ends conta com uma Laurie Strode diferente, diz Jamie Lee Curtis


8. Emboscada (2002)

Ao lado de um carrinho de cachorro quente no meio de uma praça, a empresária Liberty Wallace deve correr contra o tempo para livrar-se da mira de um sniper que, ao telefone, afirma que irá matá-la. O que ela não sabe, contudo, é que a ligação é muito mais pessoal do que imagina — e envolve uma tragédia causada, de certa forma, pelo trabalho dela.


9. A Ligação (2020)

Neste filme sul-coreano, as jovens Kim Seo-yeon e Oh Young-sook conversam por telefone em dois anos diferentes: uma em 2019, e a outra em 1999, respectivamente. Descobrindo morar na mesma casa, mas em períodos de tempo distintos, as jovens começam a brincar com o passado e o presente, compartilhando informações que mudam suas vidas constantemente — até que uma delas se torna uma serial killer.


10. Celular: Um Grito de Socorro (2004)

O dia de Ryan (Chris Evans), um estudante universitário, muda completamente quando ele recebe uma ligação inesperada. Do outro lado da linha, a professora Jessica Martin (Kim Basinger) pede a ajuda do jovem, afirmando ter sido raptada por Ethan (Jason Statham), um criminoso cruel. Sem tempo para pensar, Ryan tem que ajudar a mulher, que está utilizando um telefone quebrado e não tem mais para quem ligar.

+++LEIA MAIS: Naomi Watts vive mãe assustadora em remake de 'Goodnight Mommy'


Bônus: Buscando (2018)

Totalmente ambientado na tela de um computador, Buscandonarra a história de um pai (John Cho) na busca constante por sua filha desaparecida (Michelle La). Em buscas de pistas sobre o paradeiro da jovem, o homem realiza diversas ligações — através do notebook e de seu celular — para tentar solucionar o terrível mistério.