Doutor Estranho: Benedict Cumberbatch não faria personagem não-binária hoje em dia; entenda

Em Zoolander 2, Benedict Cumberbatch foi responsável por viver Ali

Redação Publicado em 31/01/2022, às 17h11

None
Benedict Cumberbatch como Ali em Zoolander 2 (Foto: Reprodução)

Conhecido por viver o Doutor Estranho no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), o ator Benedict Cumberbatch revelou, em entrevista recente à Variety, que não aceitaria interpretar uma personagem não-binária atualmente.

Em Zoolander 2 (2016), Benedict Cumberbatch foi responsável por viver Ali, quem se identifica como não-binárie, e foi alvo de críticas e boicote ao ocupar uma posição que deveria ser desempenhada por uma pessoa não-binária. À Variety, na publicação Actors on Actors, o astro refletiu, via Pop Line

+++LEIA MAIS: Ataque dos Cães: 5 curiosidades sobre o filme; ensaios de Kirsten Dunst, casal na vida real e mais [LISTA]

"Houve muita disputa em torno do papel, o que é compreensivo agora. E eu acho que, hoje em dia, meu personagem não seria interpretado por ninguém além de um ator trans. Mas eu me lembro de não pensar nisso necessariamente nesse sentido, e ser mais sobre dois dinossauros e dois clichês heteronormativos que não entendem esse novo mundo diverso. Mas saiu pela culatra," declarou.

Como lembra o Pop Line, na época do filme, um abaixo-assinado para boicotar o longa-metragem alcançou 25 mil assinaturas. Sarah Rose, criadora da petição, alertou que, caso a produção quisesse gerar debates sobre a presença de pessoas trans e andrógenas na moda, precisavam trazer pessoas trans e andrógenas.

+++LEIA MAIS: Ataque dos Cães: 5 motivos para assistir ao filme com Benedict Cumberbatch [LISTA]

"Ao contratar um ator cisgênero para fazer um indivíduo não-binário de um jeito claramente negativo, o filme endossa percepções perigosas e prejudiciais para a comunidade queer," disse a criadora da petição.


Ataque dos Cães

Atualmente, Benedict Cumberbatch é o protagonista do filme da Netflix, Ataque dos Cães. Na história, o personagem se identifica como gay - e, na mesma entrevista, o ator falou sobre o papel. "Sou muito sensível sobre representação, diversidade e inclusão. Um dos apelos desse trabalho era a ideia de que, nesse mundo, com esse personagem específico, havia muita coisa privada, escondida das vistas," afirmou.

+++LEIA MAIS: Benedict Cumberbatch reflete sobre masculinidade tóxica: ‘Precisamos calar a boca e ouvir’

Ele acrescentou: "Não foi feito sem reflexão. Eu também sinto um pouco como: tem que ser público? Temos que explicar todos nossos momentos privados em nossa história sexual? Acho que não. Jane [Champion, diretora] nos escolheu como atores para esses personagens. Essa é uma pergunta para ela responder."

Dirigido por Jane Campion e baseado na obra homônima de Thomas Savage, Ataque dos Cães acompanha os ricos irmãos fazendeiros Phil e George Burbank. Quando George traz a nova esposa, Rose e o filho dela, Peter para a fazenda, os dois devem lidar com o comportamento cruel de Phil. O filme já está disponível na Netflix.