Eternos: Roteiristas esperavam críticas negativas: 'Mexe com o convencional'

Eternos foi o filme do MCU com menor nota de avaliação crítica no Rotten Tomatoes e com menor nota do público no CinemaScore

Redação Publicado em 17/11/2021, às 10h18

None
Angelina Jolie como Thena em Eternos (Foto: Reprodução)

Um dos filmes mais aguardados de 2021, Os Eternos chegou ao público no início de novembro. Desde as primeiras críticas especializadas, porém, não houve um consenso sobre o longa-metragem, com opiniões bastante mistas acerca da nova produção do Universo Cinematográfico Marvel (MCU); no entanto, os roteiristas Kaz e Ryan Firpo já esperavam isso, via Omelete

Em entrevista ao Polygon, Kaz Firpo revelou que ele e o primo Ryan Firpo imaginavam sobre a recepção mista quando refletiram acerca do longa-metragem. O filme dirigido por Chloé Zhao, de fato, dividiu opiniões do público e da crítica.

+++LEIA MAIS: Eternos: Por que filme da Marvel recebeu tantas críticas negativas?

"Não estou surpreso, porque o filme mexe com muito do que é convencional. É realmente um filme sobre Humanidade, com H maiúsculo. É sobre se fazer a pergunta: 'Somos dignos desse presente que foi dado a nós, esse planeta e essa vida?'. Colocar esses deuses eternos, imortais, tendo que lidar com essa questão, é algo que eu nunca vi um filme realmente fazer," disse Kaz sobre a produção. 

Vale lembrar que Eternos foi o filme do MCU com menor nota de avaliação crítica no Rotten Tomatoes, além de somar a menor nota do público no CinemaScore entre os títulos da Marvel. Apesar disso, segue com um bom desempenho de bilheteria, especialmente no Brasil. Nos Estados Unidos, não conseguiu superar os outros lançamentos da Marvel de 2021. 

+++LEIA MAIS: Eternos: Filme decepciona nos EUA e tem pior bilheteria da Marvel em 2021


Cena sobre a Segunda Guerra Mundial

Atenção: O texto abaixo contém spoilers de Eternos

Na mesma entrevista, via Omelete, Kaz Firpo detalhou a cena em que Phastos (Brian Tyree Henry) assiste à explosão da bomba atômica em Hiroshima e fala acerca das bombas nucleares na Segunda Guerra Mundial.

+++LEIA MAIS: Eternos: Por que Sprite é única personagem com aparência infantil?

"Essa cena estava em todas as versões do roteiro. Nos orgulhamos dela, porque parte da minha família é japonesa, e esse foi um grande evento na história da humanidade. Em escolas americanas, estudamos isso, e me lembro de minha classe ser dividida em dois 'times' para debater se o uso da bomba atômica foi justificado na Segunda Guerra ou não," revelou Firpo