George Clooney recusou receber US$ 35 milhões por um dia de trabalho: 'Não valia a pena'

Em entrevista ao The Guardian, George Clooney explicou por que a oferta não valia a pena, apesar do alto cachê

Redação Publicado em 03/12/2021, às 11h17 - Atualizado às 16h48

None
George Clooney (Foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images)

George Clooney revelou que, certa vez, recusou uma proposta de US$ 35 milhões para um projeto no qual precisaria trabalhar por apenas um dia. Em entrevista ao The Guardian, o astro de Hollywood explicou por que negou a oferta. (Via Deadline)

“Me ofereceram US$ 35 milhões por um dia de trabalho para um comercial de uma companhia aérea, mas conversei com Amal [Clooney, esposa do ator] sobre isso e decidimos que não valia a pena."

+++ LEIA MAIS: Batman: Todos os atores que interpretaram o homem-morcego, do pior ao melhor [LISTA]

Clooney continuou: "Era [associado a] um país que, embora seja um aliado, às vezes é questionável, então pensei: ‘Bem, se tirar um minuto de sono de mim, não vale a pena’.”

Recentemente, Clooney relembrou o acidente de moto que sofreu em 2018 e criticou o descaso de pessoas que priorizaram filmar a situação ao invés de oferecerem ajuda. “Você percebe, quando está no chão pensando que é o último minuto da sua vida, que para algumas pessoas, será apenas entretenimento para a página do Facebook."

+++ LEIA MAIS: George Clooney relembra papel como Batman: 'Fiz um filme de super-herói e f**** com tudo'

Tender Bar

No momento, Clooney se prepara para o lançamento de Tender Bar, o oitavo filme da carreira como diretor. Baseado no livro de mesmo nome, a produção retrata a vida de J.R. (Tye Sheridan), que cresce sem o pai, mas, com a orientação do tio Charlie (Ben Affleck), passa a perseguir seus sonhos.