Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

James Cameron nega que fará filme sobre submarino que implodiu indo ao Titanic: 'Rumores ofensivos'

Site alegou como James Cameron negociava com 'grande rede de streaming' para contar história do submersível da OceanGate

Redação Publicado em 16/07/2023, às 10h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
James Cameron (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Titan, submersível da OceanGate (Foto: Divulgação)
James Cameron (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Titan, submersível da OceanGate (Foto: Divulgação)

Após a tragédia de Titan, submersível que implodiu com cinco pessoas (todas morreram) quando ia visitar os destroços do RMS Titanic, The Sun publicou uma notícia, a qual dizia como James Cameron, diretor de Titanic (1997), estaria envolvido em um filme sobre o incidente. Agora, o cineasta negou a especulação completamente - e chamou esses rumores de "ofensivos."

Em junho de 2023, uma embarcação do Titan, da empresa OceanGate, com cinco homens desapareceu no oceano enquanto fazia expedição até o navio. Em uma operação de busca e resgate, cinco pedaços de destroços do submersível foram encontrados.

+++LEIA MAIS: O famoso e-mail que fez James Cameron mudar uma cena de Titanic

Então, uma fonte de uma matéria do The Sun dizia como Cameron estava "em negociações com uma grande rede de streaming para criar uma série dramática no condenado submarino Titan," além dele ser "a primeira escolha para diretor" de um filme sobre o incidente.

Em publicação no Twitter, o cineasta desmentiu tudo, além de se mostrar bastante incomodado com a especulação. "Normalmente, não respondo a rumores ofensivos na mídia, mas preciso fazê-lo agora. Eu NÃO estou em negociações sobre um filme de OceanGate, nem nunca estarei," escreveu.

+++LEIA MAIS: Titanic: James Cameron investiga teorias sobre a polêmica cena da porta


'Buscas por submarino desaparecido foram uma farsa,' diz James Cameron

Durante entrevista à BBC, JamesCameron comentou como acredita que as autoridades sabiam da morte dos tripulantes quando o submarino perdeu o contato com a superfície.

"Não houve buscas. Quando eles finalmente conseguiram [colocar] um equipamento lá embaixo, que poderia atingir a profundidade, eles o encontraram em poucas horas. Provavelmente dentro de minutos," declarou o diretor.

A parte eletrônica do submersível falhar, o sistema de comunicação falhar e o transponder de rastreamento falhar simultaneamente é porque o submersível se foi. Para mim, não havia dúvida. Eu sabia que o submersível estava exatamente abaixo de sua última posição conhecida.

+++LEIA MAIS: Brasileiro tatua submarino que implodiu: 'Achei até que fosse virar um filme'

James Cameron é um diretor experiente em explorar o fundo dos oceanos e visitou os destroços do Titanic mais de 30 vezes para gravar o filme. Ele também é formado em Física na Universidade do Estado da Califórnia.

O diretor explicou ainda que os alertas da mídia em relação à quantidade de oxigênio presente dentro do submersível criou uma "farsa prolongada" de possíveis chances de resgate. A implosão do submarino e a morte dos tripulantes foi confirmada em 22 de junho de 2023, pela guarda costeira dos EUA. Cameron acredita que a Marinha já sabia da implosão desde o início.

+++LEIA MAIS: Titanic: Elenco foi envenenado ao tomar sopa e passou noite com alucinações [FLASHBACK]