Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Cinema / Não curtiu

O Corvo: Diretor do filme original detona remake com Bill Skarsgård

Em O Corvo de 1994, o diretor Alex Proyas trabalhou com Brandon Lee, morto após ser baleado acidentalmente durante as filmagens

Brandon Lee em cena de O Corvo (Foto: Reprodução) e remake do filme com Bill Skarsgård (Foto: Divulgação/Imagem Filmes)
Brandon Lee em cena de O Corvo (Foto: Reprodução) e remake do filme com Bill Skarsgård (Foto: Divulgação/Imagem Filmes)

Diretor do aclamado filme O Corvo (1994), no qual resultou em tragédia com a morte acidental de Brandon Lee (Eric Draven) durante as filmagens, Alex Proyas opinou sobre o remake estrelado por Bill Skarsgård - e aproveitou para apontar algumas críticas.

Em publicação feita no Facebook (via NME), o cineasta falou sobre a nova versão do filme, que estreia em 6 de junho de 2024 nos cinemas brasileiros, após o lançamento do trailer. Apesar de reconhecer o esforço da equipe por trás da produção, ele falou sobre a memória de Lee.

+++LEIA MAIS: 'Guerra Civil' com Wagner Moura alcança os 88% de aprovação da Rotten Tomatoes

"Eu realmente não fico feliz em ver negatividade no trabalho de qualquer colega cineasta. E tenho certeza de que o elenco e a equipe realmente tinham boas intenções, como todos nós fazemos em qualquer filme," escreveu o diretor na publicação que foi deletada da rede social.

"Dói-me dizer mais alguma coisa sobre este assunto, mas acho que a resposta dos fãs fala muito. O Corvo não é apenas um filme," continuou Alex Proyas. "Brandon Lee morreu fazendo isso, e foi finalizado como uma prova de seu brilho perdido e sua perda trágica. É o seu legado. É assim que deveria permanecer."

+++LEIA MAIS: 007: Ator já foi escolhido para ser o novo James Bond, diz site