Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Priscilla Presley sobre o autorretrato em cinebiografia: 'Elvis respeitava o fato de eu ter apenas 14 anos'

Baseada no livro de memórias de Priscilla Presley, lançado em 1988, produção contará relacionamento de Priscilla e Elvis Presley

Redação Publicado em 04/09/2023, às 14h30 - Atualizado em 06/09/2023, às 11h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jacob Elordi e Cailee Spaeny na cinebiografia Priscilla (Foto: Reprodução / A24)
Jacob Elordi e Cailee Spaeny na cinebiografia Priscilla (Foto: Reprodução / A24)

Com o lançamento de Priscilla (2023), adaptação cinematográfica de Elvis e Eu (1988), livro de memórias de Priscilla Presley, a ex-parceira do Rei do Rock se emocionou ao relembrar sua relação com o músico e ver sua história retratada nos cinemas (via Variety). 

+++ LEIA MAIS: Como começou o namoro de Elvis Presley com Priscilla, uma menina de 14 anos?

Com direção e roteiro de Sofia Coppola, Priscilla é focado em detalhes do casamento e divórcio conturbado entre o Rei do Rock e a alemã, que ocorreu em 1973 - incluindo o primeiro encontro de ambos, que aconteceu quando Priscilla tinha apenas 14 anos. Na conferência de imprensa, ela garantiu que Elvis não se aproveitou da sua juventude.

Foi muito difícil para os meus pais compreenderem que Elvis estaria tão interessado em mim e porquê. E eu realmente acho que porque eu era mais um ouvinte. Elvis abriria seu coração para mim de todas as maneiras na Alemanha: seus medos, suas esperanças, a perda de sua mãe – que ele nunca, jamais superou. E fui eu quem realmente sentou lá para ouvi-lo e confortá-lo. Essa foi realmente a nossa conexão.
Embora eu tivesse 14 anos, na verdade eu era um pouco mais velho na vida - não em números. Essa foi a atração. As pessoas pensam: 'Oh, foi sexo'. Não, não foi. Eu nunca fiz sexo com ele. Ele era muito gentil, muito gentil, muito amoroso, mas também respeitava o fato de eu ter apenas 14 anos. Estávamos mais alinhados em pensamento e esse era o nosso relacionamento.”

+++ LEIA MAIS:

Priscilla ainda relembra não ter contado a ninguém que estava saindo com Elvis, o que era "outra questão que ele adorava, é o fato de eu nunca ter desistido dele de forma alguma". Sobre a separação, ela afirma que a intensa rotina de shows do Rei do Rock foi o grande divisor entre os dois "e acho que qualquer mulher pode se identificar com isso."

Eu não sabia por que ele depositava tanta confiança em mim, mas ele confiou. [...] Então, construímos um relacionamento e nosso relacionamento continuou até eu ir embora. [...] Mas isso não prejudicou nosso relacionamento, ainda continuamos muito próximos. E, claro, tínhamos nossa filha e eu fazia questão de que ele a visse o tempo todo. Foi como se nunca tivéssemos nos separado.”

+++ LEIA MAIS: Por que filme sobre Priscilla Presley não pôde usar músicas do Elvis?

No início da conferência de imprensa, Coppola também discutiu como ela percebeu o quão jovem Priscilla era quando conheceu Elvis. “Posso voltar a ter essa idade e me lembrar de ter uma queda por um cara mais velho e uma estrela do rock”, disse ela. “Eu simplesmente me imaginei do ponto de vista dela.”