Ridley Scott ‘não achava boa ideia’ dirigir filmes da Disney; entenda

Diretor de sucessos como Alien e Blade Runner, Ridley Scott recusou proposta para dirigir filme de fantasia da Disney

Mariana Rodrigues Publicado em 17/01/2022, às 12h04

None
Ridley Scott (Foto: Cindy Ord / Correspondente / Getty Images)

Ridley Scott revelou que recusou convite da Disney para fazer filmes de fantasia porque “não achava uma boa ideia.” Diretor é conhecido por obras de ficção científica como Alien (1979) e Blade Runner (1982) e relembrou, em entrevista ao The Hollywood Reporter (via NME), quando o estúdio o ofereceu um filme em particular.

Eles queriam que eu fizesse um filme sobre um feiticeiro e eu não faço filmes sobre feiticeiros,” afirmou. “Isso não era uma boa ideia”.

+++ LEIA MAIS: House of Gucci: Atuação de Lady Gaga foi tão convincente que enganou Ridley Scott; entenda

Scott também explicou como seleciona os projetos nos quais pretende trabalhar: “Me sinto como uma criança em um parquinho com vários brinquedos e penso, ‘oh, isso parece legal, vermelho e brilhante. Vou ficar com esse’. Quanto mais velho fico, mais procuro por produções que são ‘sobre’ algo e não apenas entretenimento. Tem que ter um efeito em alguém.”

Em outra entrevista, diretor também criticou filmes de heróis, afirmando que são “chatos para c*ralho” e sugerindo que as produções dele são exemplos melhores do gênero. “Os melhores filmes são dirigidos pelos personagens, e vamos chegar aos super-heróis depois disso, se você quiser, porque eu vou arrasar. Eles são chatos pra c*ralho,” disse ao Deadline.

+++ LEIA MAIS: O Último Duelo: Ridley Scott culpa ‘millennials’ por fracasso de bilheteria: ‘Criados em malditos celulares’

Scott completou: “Os roteiros não são nada bons. Acho que fiz três ótimos filmes de super-heróis com roteiro. Um seria Alien com Sigourney Weaver. Um seria o maldito Gladiator, e o outro seria com Harrison Ford… [Blade Runner].”

“São filmes de super-heróis. Então, por que os filmes de super-heróis não têm histórias melhores? Desculpe. Saí do trilho, mas o quero dizer é que eles são salvos principalmente por efeitos especiais, e isso está se tornando chato para todos que trabalham com efeitos especiais, se você tiver dinheiro,” concluiu.

+++ LEIA MAIS: Blade Runner: Ridley Scott anuncia série live-action baseada no filme: 'Escrevemos o piloto'

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ridley Scott Creative Group (@ridleyscottcg)