Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Shia LaBeouf revela que cenas do pai abusivo na cinebiografia dele foram inventadas; entenda

Em 2019, Shia LaBeouf lançou o filme Honey Boy, com diversas referências à vida e carreira do ator

Redação Publicado em 29/08/2022, às 12h08

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Shia LaBeouf em Honey Boy (Foto: Reprodução/Amazon Studios)
Shia LaBeouf em Honey Boy (Foto: Reprodução/Amazon Studios)

Ator desde muito jovem, Shia LaBeouf decidiu contar um pouco da história dele no filme Honey Boy, disponível no Amazon Prime Video e traduzido para O Preço do Talento no Brasil. Além de roteirizar, ele também interpretou o próprio pai, chamado de James Lort na produção dirigida por Alma Har'el.

No filme, o pai dele protagoniza algumas cenas de abuso, dando a entender que LaBeouf sofreu o mesmo na vida real. Porém, o ator desmentiu isso e afirmou que esses momentos foram completamente inventados para a narrativa, segundo informações do Cinema Blend.

+++LEIA MAIS: Shia LaBeouf se converteu ao catolicismo após interpretar frade místico; entenda

Honey Boy foi lançado em 2019 e foi aparentemente baseado na vida de Shia LaBeouf como uma estrela infantil no início dos anos 2000. Porém, durante conversa no podcast Real Ones with Jon Bernthal, o artista foi honesto sobre o longa.

"Eu escrevi essa narrativa, que era simplesmente um absurdo. Meu pai foi tão amoroso comigo toda a minha vida," afirmou. "Quebrado por dentro, com certeza. Torto, com certeza. Instável, com certeza. Mas nunca não estava amando, nunca não estava lá. Ele estava sempre lá... e eu fiz uma turnê mundial de imprensa sobre o quão fod*** ele era como homem."

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Olivia Wilde explica "demissão" de Shia LaBeouf

Honey Boy acompanha no jovem protagonista Otis, interpretado por Noah Jupe, e no relacionamento tóxico que ele teve com o pai, James (LaBeouf), enquanto lidava com a pressão de estrelar um programa de TV. Vale lembrar como Shia LaBeouf foi um dos protagonistas da sitcom Mano a Mana, transmitida no começo dos anos 2000, quando tinha cerca de 14 anos.

Em outro momento da conversa com Jon Bernthal no podcast, LaBeouf também explicou ainda mais como era o relacionamento com o pai, Jeffrey Craig LaBeouf, inclusive durante os anos nos quais atuava em Mano a Mana.

Meu pai nunca me bateu, nunca. Ele me espancou uma vez, uma vez. E a história que é pintada em Honey Boy é que esse cara abusa de seu filho o tempo todo.

+++LEIA MAIS: Não Se Preocupe, Querida: Shia LaBeouf desmente Olivia Wilde e diz que saiu do filme por vontade própria