Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Além de Rihanna: 6 artistas que já recusaram participar do Super Bowl [LISTA]

Atração do SuperBowl em 2023, Rihanna já recusou participar de um maiores eventos do entretenimento em 2019

Redação Publicado em 26/09/2022, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rihanna (Foto: Mike Coppola / Getty Images), Jay-Z (Foto: Rich Fury / Getty Images) e Taylor Swift (Foto: Dimitrios Kambouris / Getty Images)
Rihanna (Foto: Mike Coppola / Getty Images), Jay-Z (Foto: Rich Fury / Getty Images) e Taylor Swift (Foto: Dimitrios Kambouris / Getty Images)

Anunciada como atração principal para o icônico Halftime Show, que acontece no intervalo da final da liga norte-americana, no Super Bowl 2023, Rihanna já recusou participar de um maiores eventos do entretenimento em 2019. A cantora confirmou à Vogue em 2019 que rejeitou o show do intervalo devido a diferenças políticas.

A decisão foi um ato de apoio ao ex-jogador e ativista da NFL Colin Kaepernick, que protestou pacificamente contra a brutalidade policial em 2016 ao se ajoelhar durante uma execução ao hino dos Estados Unidos.

+++ LEIA MAIS: Super Bowl: 6 shows icônicos da final da NFL - Prince, Lady Gaga e mais [LISTA]

Eu simplesmente não poderia ser um vendido. Eu não poderia ser um facilitador. Há coisas dentro dessa organização com as quais eu não concordo, e eu não estava disposta a servir a eles de forma alguma.

No domingo, 25 de setembro, Rihanna e a NFL (National Football League) confirmaram a apresentação para o Halftime Show, que acontecerá em 12 de fevereiro de 2023, patrocinado pela Apple Music. O show marcará o retorno da artista aos palcos, que lançou o último disco em 2016, ANTI

+++ LEIA MAIS: Britney Spears pode cantar com Madonna no intervalo do Super Bowl 2023, segundo site

Rolling Stone Brasil relembrou 6 artistas que também já recusaram participar de um dos maiores eventos do entretenimento nos Estados Unidos. Confira a seleção abaixo:

Taylor Swift

Antes de Rihanna ser escalada como atração principal para o Super Bowl, cantoras como Britney SpearsMadonnaIggy Azalea e Christina Aguilera teriam sido cotadas, conforme apurado pelo Insider, mas quem realmente rejeitou a oportunidade para o próximo ano foi Taylor Swift.

De acordo com o TMZ, o convite aconteceu meses atrás, mas a cantora recusou, uma vez que não pretende retornar aos palcos até regravar seus seis primeiros discos, após os direitos dos álbuns terem sido vendidos pelo empresário Scooter Braun. Até agora, só dois foram relançados, "Fearless (Taylor's Version)" e "Red (Taylor's Version)".

+++ LEIA MAIS: Jennifer Lopez diz que foi ‘a pior ideia do mundo’ dividir show com Shakira no Super Bowl

No final de 2020, Braun vendeu o material para a própria gravadora, a Ithaca Holdings LLC. Anteriormente, as músicas estavam em poder da antiga gravadora de Swift, a Big Machine Label Group, posteriormente comprada pela empresa de Braun.


Jay-Z

Embora tenha produzido o show do intervalo do Super Bowl 2020, estrelado por Jennifer Lopez e Shakira, Jay-Z revelou ao The New York Times em 2020 que recusou a oportunidade de se apresentar no Halftime Show porque a NFL queria controlar quem ele poderia trazer para a apresentação. Na ocasião, a liga norte-americana teria o convidado para apresentar sua parceria com Kanye West Rihanna, o hit de 2009 "Run This Town".

+++LEIA MAIS: Jay-Z ajudou rapper 21 Savage a sair da custódia da imigração dos EUA

Eu disse: 'Não, você me entende.' Não é assim que você faz isso, dizendo a alguém que eles farão o show do intervalo dependendo de quem eles trouxerem. Eu disse para esquecer. Era uma coisa de princípio.

Pink

Após a apresentação de Pink cantando o hino da bandeira norte-americana no Super Bowl 2018, a NFL teria convidado a cantora para se apresentar no Halftime Show do ano seguinte, mas Pink recusou. A cantora falou sobre sua decisão para a Billboard, em 2019, contradizendo o posicionamento político da liga norte-americana.

+++LEIA MAIS: Rock in Rio 2019: Com o melhor show do festival, Pink faz espetáculo digno de Cirque du Soleil

A cantora também foi inflexível em protestar contra o tratamento da NFL a Kaepernick, afirmando que seria provavelmente carregada pela segurança do campeonato, uma vez que "provavelmente me ajoelharia". 


Cardi B

Em 2019, Cardi B disse à Associated Press que recusou a oferta de cantar no Halftime Show do Super Bowl com "sentimentos mistos". Na entrevista, a rapper também falou sobre o desejo do marido, o rapper Offset, de cantar no evento e o posicionamento político da NFL.

+++ LEIA MAIS: You: Cardi B na 4ª temporada? Penn Badgley comenta possibilidade

Eu tive que sacrificar muito dinheiro para me apresentar. Mas há um homem que sacrificou seu trabalho por nós, então temos que apoiá-lo. Ele realmente quer ir ao Super Bowl, mas não pode ir ao Super Bowl, porque tem que defender algo.

Adele

Em 2016, Adele falou sobre recusar o show do intervalo durante um show em Los Angeles, segundo a Billboard. No dia seguinte ao pronunciamento da cantora, a NFL e a Pepsi divulgaram um comunicado afirmando que nunca "estenderam uma oferta formal a Adele ou a qualquer outra pessoa".

+++ LEIA MAIS: Adele: As 5 melhores músicas do disco 30: 'Love is a Game,' 'I Drink Wine' e mais [LISTA]

Primeiro de tudo, eu não estou fazendo o Super Bowl. Quero dizer, vamos lá, esse show não é sobre música. E eu realmente não - eu não posso dançar ou algo assim. Eles foram muito gentis, eles me perguntou, mas eu disse que não.

Outkast

Em 2015, o rapper Big Boi se abriu sobre o convite de Outkast para se apresentar no show do intervalo do Super Bowl de 2004 no "The Dan LeBatard Show" da ESPN. Segundo Big Boi, a dupla recusou o convite porque André 3000 "não queria cortar as músicas "por questões de tempo". 

+++ LEIA MAIS: Panic! At the Disco grava versão acelerada de Hey Ya!, do Outkast

[André 3000] não queria cortar as músicas, ele queria fazer as músicas completas. Era como, 'Não, não posso fazer isso'. Tentei convencer André a concordar, mas ele não conseguia se imaginar cantando "Hey Ya!" e "The Way You Move" pela metade, por exemplo.