Cantora tcheca Hana Horka morre após contrair covid-19 propositalmente; entenda

Cantora tcheca Hana Horka, do grupo Asonance, era antivacina e contraiu covid-19 propositalmente para obter imunidade

Redação Publicado em 18/01/2022, às 19h40 - Atualizado em 19/01/2022, às 20h25

None
Hana Horka (Foto: Reprodução/Facebook)

Cantora tcheca Hana Horka, do grupo Asonance, morreu no último domingo, 16, aos 57 anos, após contrair covid-19 propositalmente para obter imunidade e o passaporte de vacinação. Conforme revelou o filho da cantora, Jan Rek, a artista era contra a vacina — e morreu após ter complicações com a doença. 

"Ela preferiu viver normalmente conosco e pegar a doença para não ter que se vacinar. É triste que ela quis mais acreditar em estranhos do que na própria família,” disse Rek em entrevista à rádio pública tcheca iRozhlas (via G1). 

+++ LEIA MAIS: Don't Look Up: Por que foi 'estranho' para Adam Mckay escrever roteiro durante pandemia?

Quando descobriu estar contaminada com covid-19, Horka comemorou e recebeu o apoio de alguns fãs e amigos. "Estou muito feliz porque, desta forma, poderei ter uma 'vida livre' como os outros, ir ao cinema, tirar férias, ir à sauna, ao teatro," escreveu nas redes sociais. 

Rek culpa os movimentos antivacina da República Tcheca pela morte da mãe, principalmente o ator Jaroslav Dušek e a bióloga Soňa Peková, grandes representantes das ideias negacionistas. "Minha mãe não foi apenas alvo de uma desinformação total, mas também acreditava em opiniões sobre a imunidade natural e anticorpos que criaria quando pegasse a doença,” finalizou.

+++ LEIA MAIS: Recife presenteia crianças vacinadas contra covid-19 com livros