Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Jack White apaga conta no Twitter após Elon Musk reativar perfil de Donald Trump: "Absolutamente nojento"

Para Jack White, o novo dono do Twitter está usando seu poder para promover “mentirosos horríveis e indutores de violência"

Redação Publicado em 21/11/2022, às 17h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jack White (Foto: Getty Images)
Jack White (Foto: Getty Images)

Alguns dias depois de se tornar o novo dono do Twitter, Elon Musk decidiu reativar o perfil do ex-presidente norte-americano Donald Trump na plataforma. O retorno do republicano, então, chateou diversas personalidades, incluindo Jack White, que criticou o posicionamento do CEO da Tesla.

Frustrado com a reativação do perfil de Trump, o músico não apenas comentou o caso publicamente, como ainda desativou a conta de sua gravadora, a Third Man Records, no Twitter. “Então você devolveu a plataforma do Twitter a Trump" afirmou Jack White, em nota publicada no último domingo, 20. "Absolutamente nojento, Elon. Isso é oficialmente um movimento de idiota."

+++LEIA MAIS: Com crise no Twitter, rede chamada Koo ganha destaque e vira meme no Brasil

“Por que você não é sincero? Conte a história como ela é; você ganha uma tonelada de dinheiro, olha para sua conta de impostos, despreza pagar sua parte justa e então pensa que se mudar para o Texas e apoiar qualquer republicano que puder vai ajudá-lo a manter mais do seu dinheiro (de que outra forma Trump poderia interessá-lo?)”, continuou White, segundo a Billboard.

Você pretende dar plataforma a mentirosos conhecidos, lavar as mãos como Pôncio Pilatos e não reivindicar responsabilidade? Trump foi removido do Twitter porque incitou a violência várias vezes, pessoas morreram e ficaram feridas como resultado de suas mentiras e seu ego (sem falar no que seu golpe fez para tentar destruir a democracia e nosso Capitólio)”, afirmou White.

+++LEIA MAIS: Twitter bane e suspende comediantes após piadas com Elon Musk

Donald Trump foi banido do Twitter em janeiro de 2021, pouco antes de deixar o cargo de presidente dos Estados Unidos. Na época, os então administradores da plataforma afirmaram que o republicano seria removido permanentemente da rede social após incitar violência durante a invasão ao Capitólio. “Após uma análise detalhada dos tuítes [de Trump] e do contexto em torno deles, suspendemos permanentemente [sua conta] devido ao risco de mais incitação à violência," afirmou o Twitter.

Por isso, inclusive, Jack White acredita que Elon Musk foi “longe demais” ao reativar a conta de Trump. Na opinião do roqueiro, o CEO da Tesla estaria usando seu poder para promover “mentirosos horríveis e indutores de violência, que estão levando o país e o mundo para trás e colocando em risco a democracia que o tornou rico e sucesso em primeiro lugar”.

+++LEIA MAIS: Twitter: Elon Musk replica discurso de Trump; usuários percebem

Isso não é 'liberdade de expressão' ou qualquer bobagem que você esteja afirmando ser; isso é direto, você está tentando ajudar um fascista a ter uma plataforma para que possa eventualmente obter seus incentivos fiscais”, afirmou o músico.

“Você deve voltar a usar seu dinheiro e influência de maneiras que ajudem o mundo como o carro elétrico fez, não de maneiras que tragam negatividade e divisão à população. E não, isso não é 'engraçado' Elon, é perigoso. Aproveite seu novo poder como um provedor de 'liberdade de expressão', mas lembre-se de que a violência e a divisão que ocorrem com base nessas mentiras do Twitter estão diretamente relacionadas a você, dando a eles uma plataforma”, finalizou o artista, ainda em nota.

Jack White não é o primeiro artista a deletar sua conta no Twitter após Musk assumir a plataforma. Além do músico, Alex Winter, Gigi Hadid e Whoopi Goldberg já saíram da rede social. Trent Reznor, o líder do Nine Inch Nails, por sua vez, anunciou que planeja apagar seu perfil no Twitter porque “não precisamos da arrogância da classe bilionária para sentir que eles podem simplesmente entrar e resolver tudo”, principalmente considerando que, para ele, o Twitter sempre foi “um ambiente tóxico”.

+++LEIA MAIS: Twitter de Amber Heard some após o ex, Elon Musk, comprar a rede social