Snoop Dogg: acusações de assédio sexual contra rapper são removidas

Há dois meses, Snoop Dogg foi acusado de agressão sexual por uma mulher - que, agora, retirou o processo

Redação Publicado em 07/04/2022, às 18h57

None
Snoop Dogg (Foto: Emma McIntyre / Getty Images)

Há dois meses, veio a público a informação de que o rapper Snoop Dogg havia sido acusado de agressão sexual por uma mulher, devido a um suposto caso que aconteceu em 2013. Contudo, ela retirou o processo civil contra o artista nesta quarta, 6 de abril. 

A mulher, não identificada, é descrita como dançarina, modelo e atriz; e alega ter trabalhado com Snoop Dogg na época da suposta agressão sexual — mas o rapper negou todas as declarações. 

+++LEIA MAIS: Snoop Dogg: Homem paga R$ 2,5 milhões para ser vizinho virtual do rapper em metaverso The Sandbox; entenda

Segundo a mulher, ela teria concordado em encontrar com Snoop Dogg a pedido de um colaborar do músico, que explicou que seria uma boa oportunidade para a carreira dela. Ela foi supostamente instigada a ir ao estúdio do artista — e, lá, teria sido forçada a fazer sexo oral em Snoop Dogg

Em comunicado à Reuters, um representante de Snoop Dogg acrescentou: “Não é surpreendente que a demandante tenha rejeitado sua queixa contra os réus. Sua queixa estava cheia de falsas alegações e deficiências.” Ambos tentaram chegar a um acordo durante o processo, mas isso não aconteceu. 

+++LEIA MAIS: Snoop Dogg recebe processo por compartilhar video viral no Instagram; entenda