Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

The Last of Us: Série será menos violenta em relação ao jogo, diz criador

Com lançamento marcado para janeiro de 2022 na HBO, The Last of Us é baseado no homônimo jogo de 2013

Redação Publicado em 26/12/2022, às 15h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pedro Pascal na série de The Last of Us (Foto: Reprodução/HBO) e o pôster do jogo original (Foto: Reprodução/Naughty Dog)
Pedro Pascal na série de The Last of Us (Foto: Reprodução/HBO) e o pôster do jogo original (Foto: Reprodução/Naughty Dog)

Criador do icônico jogo The Last of Us (2013) ao lado de Bruce StraleyNeil Druckmann é um dos responsáveis por fazer a adaptação do game para a televisão. Como o diretor e roteirista revelou, a série da HBO será violenta em relação ao original - mas isso é algo bom, segundo Druckmann.

Durante entrevista à revista SFX, Druckmann falou sobre a carreira dele nos games, além de dar alguns detalhes sobre a adaptação. "Precisamos de uma certa quantidade de ação, ou violência, que possamos usar como mecânica para que você possa se conectar com Joel [protagonista interpretado por Pedro Pascal] e entrar em um estado de fluxo," afirmou.

Então você realmente se sentiria conectado com esse avatar na tela e vendo o mundo através dos olhos dele.

+++LEIA MAIS: The Last of Us: Bella Ramsey, Ellie na série da HBO, nunca jogou o game

"Mas isso não existe em um meio passivo," continuou Neil Druckman. "Uma das coisas que adorei ouvir do [co-criador da adaptação Craig Mazin] e da HBO desde o início foi: 'Vamos eliminar toda a violência, exceto o essencial.' Isso permitiu que a violência tivesse ainda mais impacto do que no jogo, porque quando você continua mostrando a ameaça e vê a reação das pessoas a uma ameaça, isso torna mais assustador."

E quando revelamos os infectados e os Estaladores, você consegue ver o que acabou com a humanidade e por que todos estão com tanto medo.