Tiger King: Joe Exotic é diagnosticado com câncer de próstata

Joe Exotic usou o Instagram para falar sobre ter sido diagnosticado com a doença: "O que eu preciso é que o mundo seja minha voz para ser liberado"

Redação Publicado em 04/11/2021, às 09h02

None
Joe Exotic em Tiger King (Foto: Reprodução/ Netflix)

A série documental Tiger King estreou na Netflix em março de 2020 e apresentou a história da rivalidade entre Joe Exotic, comerciante de grande felinos, e Carole Baskin, proprietária de um santuário para grandes felinos resgatados. Pouco mais de um ano após o lançamento, o protagonista da produção publicou nas redes sociais que foi diagnosticado com câncer de próstata, via Blitz.

"Pessoal, é com a face triste que devo dizer que os médicos me chamaram hoje para dar a notícia de que minha biópsia de próstata voltou com um câncer agressivo, ainda estou esperando o resultado de outro exame também," explicou na legenda.

+++LEIA MAIS: Zoológico de Tiger King fecha as portas; dono culpa ativistas dos direitos dos animais e inspeções

Joe King continuou: "No momento, não quero a pena de ninguém e tenho certeza de que Carole [Baskin] fará sua própria festa por causa disso! O que eu preciso é que o mundo seja minha voz para ser liberado, eles têm a prova de que eu não fiz isso! E não há qualquer motivo para que a procuradoria-geral dos Estados Unidos arraste isto, para eu poder ir para casa e fazer tratamento sozinho ou aproveitar a vida que deixei com meus entes queridos! Façam uma oração a todos e sejam minha voz."

Veja a publicação:

+++LEIA MAIS: Joe Exotic sobre não receber perdão presidencial de Donald Trump: ‘Os amigos corruptos vêm primeiro’

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Joe Exotic (@joe_exotic)

 

Mais tarde, o advogado de Joe Exotic, John Philips, confirmou o diagnóstico do protagonista de Tiger King: "Falamos na segunda, e a dada altura, ambos choramos. Ele precisa da sua liberdade, e trabalhamos com afinco nesse sentido."

Vale lembrar que Exotic está cumprindo uma sentença de 22 anos após ser considerado culpado de atropelar Carole Baskin, a ativista dos direitos dos animais que ele acusou de tentar atrapalhar o zoológico privado dele. Ele também está cumprindo pena por outras 17 acusações relacionadas à vida animal. Agora, novamente, tenta conseguir a liberdade da prisão.