Zoológico de Tiger King fecha as portas; dono culpa ativistas dos direitos dos animais e inspeções

Jeff Lowe comentou sobre a repercussão da série na vida do zoológico

Redação Publicado em 20/08/2020, às 14h01

None
Tiger King (foto: reprodução Netflix)

 o Greater Wynewood Exotic Animal Park, localizado no estado norte-americano de Oklahoma, tornou-se muito conhecido por ser o zoológico de Joe "Exotic", mostrado na série Tiger King, da Netflix, mas acabou de fechar as portas.

O proprietário atual do estabelecimento, Jeff Lowe (também entrevistado na série de documentários) disse que o motivo do fechamento é atenção constante de inspetores e ativistas de direitos animais.

+++LEIA MAIS: Nicolas Cage é escolhido para ser Joe Exotic em série que adapta o insano documentário Tiger King, da Netflix

Após afirmar que a licença dele para administrar o estabelecimento havia sido suspensa por 21 dias por inspetores do governo, Lowe abriu mão dele voluntariamente do zoológico. Na postagem publicada na terça-feira, ele disse que os leões e tigres "continuarão a receber um tratamento excelente". 

"A série da Netflix rendeu uma fonte de renda incomensurável para o zoológico, mas que também fez dele o maior alvo de todos os malucos e lunáticos dos direitos dos animais do mundo."

+++LEIA MAIS: Carole Baskin, de Tiger King, critica novo clipe de Cardi B e Megan Thee Stallion

 Joe "Exotic", dono original do parque, não se pronunciou publicamente sobre o ocorrido, mas desde que foi preso ele fala constantemente que está fora do mundo de criação de animais exóticos.


+++ DECLACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'