Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Blur revela o que esperar da reunião em 2023

Liderada por Damon Albarn, Blur se apresentou pela última vez em 2015

Redação Publicado em 15/11/2022, às 09h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Blur (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)
Blur (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)

Após confirmar reunião na última segunda, 14, Blur revelou o que esperar do retorno da icônica banda liderada por Damon Albarn, o qual acontecerá com grande show no estádio de Wembley, em Londres, em 8 de julho de 2023, segundo informações do NME.

A apresentação de Wembley em 2023 será a primeira da banda britânica de britpop e rock alternativo desde 2015. Durante entrevista ao Apple Music 1, o apresentador Matt Wilkinson relembrou para Albarn que quando os outros integrantes do grupo (Dave Rowntree, Graham Coxon, Alex James) são frequentemente questionados sobre a reunião, eles tinham a mesma resposta: "Se for a hora certa" e "se não nos odiarmos."

+++LEIA MAIS: FIFA 23: trilha sonora trará temas clássicos da franquia com Blur, Kasabian e mais

"Não é grande coisa. É uma verdadeira alegria quando fazemos isso. E, obviamente, a razão pela qual estou falando com você aqui é por causa desses outros três músicos," afirmou o vocalista. "Foi uma grande parte da minha vida e da vida deles. Então, todos nós apreciamos essas memórias, mas não queremos arruiná-las."

"É só que podemos interpretá-los com a integridade que eles merecem porque é como uma viagem no tempo, não é? E as pessoas realmente não querem ver você mexer com essas coisas," continuou Damon Albarn. "É tipo: 'Ei, vamos a um show inteiro, mas há como reimaginar todas as nossas músicas. Não, ninguém está interessado nisso.'"

+++LEIA MAIS: Damon Albarn, do Blur e Gorillaz, acusa Taylor Swift de não compor as próprias músicas e cantora rebate: 'Não precisa gostar'

Além de Albarn, o baterista Dave Rowntree, durante entrevista ao Sky News, descreveu a reunião como um sonho de "lista de desejos." "É incrivelmente difícil arranjar algo assim, sabe, os recursos técnicos, a equipe, os lugares para jogar. Todas essas coisas são muito, muito escassas," explicou. "Então foi direto para o fio, mas é muito difícil recusar algo assim."

Somos uma banda que fez quase tudo o que era possível fazer... que lugar icônico, que local icônico. É simplesmente incrivelmente emocionante.

"É um desses lugares icônicos que estão secretamente na sua lista de desejos, mesmo que você finja que não são," continuou. "Espero sinceramente que sejamos uma banda que possa encher um estádio como esse. Não quero que haja quatro pessoas e um cachorro."

+++LEIA MAIS: Liam Gallagher defende Taylor Swift após críticas de Damon Albarn: 'Escreve as próprias músicas'