Roupa Nova: 9 meses após morte de Paulinho, viúva Elaine Bastos anuncia gravidez

Paulinho, vocalista do grupo Roupa Nova, morreu em dezembro de 2020 por complicações da covid-19 após luta contra o câncer

Redação Publicado em 10/09/2021, às 15h47

None
Paulinho, do Roupa Nova (Foto: Reprodução / Instagram)

Paulo César dos Santos, mais conhecido como cantor Paulinho, vocalista e percussionista do grupo Roupa Nova,morreu em 14 de dezembro de 2020, vítima de complicações da covid-19. Nove meses após o ocorrido, Elaine Soares Bastos, de 54 anos e viúva do músico, anunciou nas redes sociais que está grávida do primeiro filho, de acordo com informações do Terra.

O bebê é de Paulinho, como revelou Elaine na legenda da publicação no Instagram, e utilizou o material genético do marido para realizar uma inseminação artificial. O cantor tinha um câncer do tipo linfoma, o que levou a um transplante de medula e a consequente contaminação por covid-19. Segundo a advogada e psicóloga, haviam iniciado o processo de fertilização em 2009, e o integrante do Roupa Nova congelou as gametas após descobrir a doença.

+++LEIA MAIS: Bandas, hits de sucesso e trilhas sonoras: Relembre a trajetória de Paulinho, do Roupa Nova

A notícia da gravidez foi revelada em uma transmissão do programa Balanço Geral, da Record TV, o qual também apresentou a publicação do perfil privado de Elaine. "Esse é o maior presente de aniversário para nós dois. Lembra dos gametas que congelamos e que só eu tenho autorização para usar? Pois é. Em breve nosso baby estará aqui. Meu melhor presente. Obrigada, papaizinho," dizia a legenda, publicada no dia em que o cantor completaria 69 anos.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Roupa Nova (@roupanova)

 

Paulino e Elaine estavam juntos há 16 anos, como afirma a advogada. Mas, Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, os filhos do vocalista do Roupa Nova iniciaram uma batalha judicial para retirá-la do inventário da divisão de bens após a morte do cantor. "Paulinho me chamava de 'namorada.' Sou dependente dele no IRPF [Imposto de Renda] desde 2006 e dei entrada no INSS para ter direito à pensão. O que estou fazendo é uma regulamentação de união estável, mas os filhos dele estão dificultando porque querem que eu vá para a rua, virar mendiga," disse à revista Quem.

+++LEIA MAIS: Vocalista do Roupa Nova volta a ser internado em Niterói após transplante de medula óssea