Bandas, hits de sucesso e trilhas sonoras: Relembre a trajetória de Paulinho, do Roupa Nova

O músico morreu na última segunda-feira, 14, em consequência da Covid-19

Redação Publicado em 15/12/2020, às 09h33

None
Paulinho, do Roupa Nova (Foto: Reprodução / Instagram)

Paulo César Santos, vocalista do Roupa Nova conhecido como Paulinho, morreu aos 68 anos de coronavírus na última segunda-feira, 14, no Rio de Janeiro. 

O artista deixa um grande legado para a música brasileira. Como integrante do Roupa Nova, ele foi responsável por dar voz a muitos hits de sucesso, os quais fizeram parte de trilhas sonoras de novelas e até mesmo comemorações de corridas.  

Em homenagem ao cantor, a Rolling Stone Brasil relembrou os principais momentos da carreira do músico, com base nas informações do G1 e Uol. Confira: 

Bailes e bandas

Paulinho nasceu no bairro do Catumbi, no Rio de Janeiro, em 1952. Ele começou a cantar no início da adolescência e era fã dos Beatles. Pouco tempo depois, o jovem passou a fazer performances em bailes. 

Não demorou muito para Paulinhoentrar em uma banda. O músico fez parte dos grupos Red Yellow; Half and Half, com o qual se apresentou profissionalmente pela primeira vez; The Pancho Villas, em que conheceu Kiko e Ricardo Feghali; e Os Famks, que, depois, virou Os Motokas.

+++ LEIA MAIS: Ann Reinking, premiada atriz e coreógrafa da Broadway, morre aos 71 anos


Roupa Nova 

Nos anos 1980, Paulinho (percussão e vocal),  Kiko (guitarra e vocal) e Ricardo Feghali (piano, teclados e vocal) se juntaram a Serginho Herval (bateria e vocal), Nando (baixo e vocal) e Cleberson Horsth (teclados e vocal) e formaram o Roupa Nova.  

O nome da banda surgiu depois que os músicos fecharam um contrato com Mariozinho Rocha, da gravadora Philips, e é inspirado em uma música de Milton Nascimento e Fernando Brant.

Em 40 anos de carreira, as banda manteve a mesma formação. Ao longo dos anos, a banda lançou os discos diversos discos, entre eles Roupa Nova(1985),  Herança(1987) e Luz(1988) e fez sucesso com os hits “Whisky a Go-Go”, “Canção de Verão”, “Sensual” e “Volta Pra Mim”. 

Além disso, Paulinho se destacou ao compor as músicas “Assim Como Eu”, uma colaboração com Horsth e Paulinho Tapajós; “Só Você e Eu” e “Vozes do Coração”, uma  parceria com Herval, que foi gravada pela apresentadora Angélica.

+++ LEIA MAIS: Mulamba usa arte para falar pelas minorias: ‘Somos uma banda e temos que ter responsabilidade emocional com as pessoas’ [ENTREVISTA]


Trilhas sonoras de sucesso 

O Roupa Nova também ficou conhecido pelo histórico de participações em trilhas sonoras de novelas. De acordo com o G1, mais de 30 músicas do grupo foram usadas nas produções televisivas 

Já de acordo com o Uol, a banda ainda criou o “Tema da Vitória”, que tocava durante as comemorações das vitórias de pilotos brasileiros, como Ayrton Senna, Nelson Piquet e Rubens Barrichello.

+++ LEIA MAIS: Dave Grohl e Greg Kurstin fazem cover DAQUELA música de Peaches; assista


Morte 

Paulinho contraiu Covid-19 quando ainda estava se recuperando de um transplante de medula óssea para tratar de um linfoma. Apesar de ter se recuperado do procedimento médico, o músico não resistiu às complicações do vírus. 

O cantor deixa os filhos Pepê, integrante da banda Jamz, e Twigg, que também seguiu a carreira musical como cantora.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL