Taylor Hawkins estava desconfortável com ritmo de turnês do Foo Fighters, apontam amigos

Relatos de amigos, incluindo do baterista do Pearl Jam, apontam descontentamento de Taylor Hawkins no Foo Fighters

Dimitrius Vlahos (sob supervisão de Eduardo do Valle) Publicado em 17/05/2022, às 10h50 - Atualizado em 18/05/2022, às 11h15

None
Taylor Hawkins (Foto: David Richard / AP)

Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, estava desconfortável com ritmo das turnês do grupo, segundo relato de amigos à Rolling Stone EUA. Shows de duas a três horas exigiam muito fisicamente do músico.

A família e integrantes da banda foram procurados para responder comentários, mas preferiram não se manifestar. Mais de 20 amigos entrevistados apontaram que rotina iniciada pela banda com o relaxamento das restrições pela pandemia tornou trabalho inviável. Hawkins teria considerado deixar posto de integrante fixo, mantendo apenas aparições esporádicas em turnês.

+++ LEIA MAIS: Red Hot Chili Peppers presta homenagem emocionante a Taylor Hawkins; confira

"Ele teve uma conversa franca com Dave Grohl. Ele me contou que 'não podia continuar com essa merda' - palavras dele," afirmou Matt Cameron, baterista do Pearl Jam e amigo de Hawkins

Um representante do Foo Fighters, no entanto, negou que Taylor tenha expressado qualquer descontentamento com ritmo de trabalho da banda: "Não, nunca houve uma conversa franca ou qualquer reunião sobre esse assunto."

+++ LEIA MAIS: Foo Fighters: Fã paraguaio relata última semana de Taylor Hawkins no país

"Ele finalmente falar com Dave sobre não conseguir fazer isso, que ele não faria mais... Isso demandou coragem. Ele precisou trabalhar por um ano para ter a coragem de dizer," afirmou um colega e amigo de Taylor que pediu para não ser identificado.

Após repercussão da entrevista, Matt Cameron foi às redes sociais pedir desculpas à família e amigos do Foo Fighters. Segundo ele, falas foram tiradas de contexto, pois pensou participar de uma matéria para celebrar a carreira de Hawkins.]

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Matt Cameron (@themattcameron)

 

Taylor Hawkins

Taylor Hawkins morreu de forma inesperada aos 50 anos em 25 de março de 2022. “A família Foo Fighters está devastada pela trágica e prematura perda de nosso amado Taylor Hawkins. Seu espírito musical e riso contagiante vão viver conosco para sempre. Nossos corações vão a sua mulher, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o máximo de respeito nesse tempo de dificuldade inimaginável,” disse um comunicado na época.

+++ LEIA MAIS: Taylor Hawkins: baterista do Foo Fighters tinha banda própria; ouça

A morte de Hawkins resultou no cancelamento de toda turnê atual da banda, a qual passaria pelo Lollapalooza Brasil 2022, e a apresentação dela no Grammy 2022. “Lamentamos e compartilhamos a decepção por não nos vermos como planejado. Em vez disso, vamos aproveitar esse tempo para lamentar, curar, aproximar nossos entes queridos e apreciar todas as músicas e memórias que fizemos juntos. Com amor, Foo Fighters,” escreveu o grupo em comunicado.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Foo Fighters (@foofighters)