Zeca Pagodinho agradece e reverencia Elza Soares pela ‘vida e arte’ no samba

Zeca Pagodinho compartilhou foto ao lado de Elza Soares com homenagem à artista e amiga

Redação Publicado em 20/01/2022, às 19h13

None
Zeca Pagodinho e Elza Soares (Foto: Reprodução/Instagram)

Zeca Pagodinho publicou foto em homenagem à cantora e amiga Elza Soares, quem faleceu nesta quinta, 20, aos 91 anos. Na legenda, cantor agradeceu a artista pelos trabalhos e contribuição na música brasileira.

Descanse em paz, Elza Soares. O mundo do samba, e de toda a música brasileira, te agradece e reverência pela sua vida e sua arte!,” escreveu.
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Zeca Pagodinho (@zecapagodinho)

 

Zeca Pagodinho e Elza Soares trabalharam juntos na faixa “Sinhá Mandaçaia,” lançada originalmente por Almir Guineto em 1981. A música faz parte do disco Trajetória (1997) e também conta com parceira com outros nomes grandes do meio, como Chico Buarque em “Meu Guri.” Confira:

+++ LEIA MAIS: Elza Soares: De origem humilde a Voz do Milênio, relembre cantora brasileira essencial do samba

Morte de Elza Soares

De acordo com informações da assessoria da artista, Elza Soares faleceu de causas naturais. Com voz marcante, mais de 30 discos e letras sobre racismo, feminismo e amor, tem uma contribuição inestimável para o repertório nacional. O comunicado oficial da equipe da cantora diz: "É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais."

"Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim."

+++ LEIA MAIS: Voz do Milênio: Como Elza Soares se manteve ativa até o último momento