10 anos depois, Rashid relembra luta coletiva para lançar EP de estreia Hora de Acordar em novo documentário

A produção estreou no Youtube na segunda, 28 de dezembro

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 30/12/2020, às 18h06

None
Hora de Acordar (Foto: Divulgação)

Na última segunda, 28 de dezembro, Rashid lançou no YouTube o documentário Hora de Acordar em comemoração aos 10 anos de lançamento do EP homônimo de estreia da carreira - e o grande destaque da produção são as participações especiais, como de Projota, Fióti, Marechal, Laudz (Tropkillaz) e mais.

+++LEIA MAIS: Em AmarElo - É Tudo Para Ontem, Emicida e Fióti dão aula de ficar para história - de fazer preto se orgulhar e branco pensar [ENTREVISTA]

Realização da Foco na Missão, produtora e marca de Rashid, o documentário relembra o processo de produção do disco de estreia do rapper e mostra que o projeto foi um esforço coletivo, resultado da união de muitas pessoas que “estavam na fome” de fazer acontecer.

Com relatos nostálgicos, narração do rapper e imagens de arquivo, o documentário Hora de Acordar representa toda a relevância do EP de estreia, importante capítulo da trajetória de Rashid, atualmente já consolidada.

Em 2010, quando o EP de nove faixas foi lançado, Rashid já era conhecido, principalmente pela parceria com Projota e Emicida, que também formavam o Na Humilde Crew. Contudo, o disco Hora de Acordar foi uma virada na carreira do rapper, e só pôde ser realizada com a ajuda de muitos. 

+++LEIA MAIS: Consciência Negra: Péricles e Projota unem forças em 'Homem Invisível', samba-rap sobre origem e superação

Ao longo do documentário, nomes conhecidos da cena musical brasileira falam sobre o desenvolvimento do EP de Rashid, assim como os obstáculos e o relacionamento com o rapper. Alguns dos nomes de destaque são Projota, Rael e Fióti, que revelam curiosidades sobre as rimas inesquecíveis do disco em músicas como “Bilhete” e “Uma Chance”.

Nave Beatz, Luiz Café e Laudz também participam da produção, falando sobre a construção dos Beats e afirmando que, de fato, "todos estavam se ajudando" para a realização do projeto, como explicou o integrante do Tropkillaz, que produziu o beat da faixa “E Se” aos 17 anos.

+++LEIA MAIS: Projota expande o território com primeira música internacional com Orishas e mexicano Mario Bautista; ouça

Outros destaques da produção são o MC e produtor Marechal, o DJ que acompanha Rashid até a atualidade Mr. Brown e Daniela Rodrigues, empresária e esposa do rapper. O documentário não deixa dúvidas que 2010 era, de fato, o momento para Rashid se levantar e se lançar em carreira solo, mas isso só aconteceu devido à rede de apoio e à “fome” de todos.

Confira abaixo o documentário na íntegra:

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++SHOWS QUE PERDEMOS EM 2020 | ROLLING STONE BRASIL