5 indicações de livros e séries para aprender sobre a luta antirracista

Criadoras de conteúdo Gabi Oliveira e Neggata compartilham dicas de conteúdo sobre o tema

Redação Publicado em 27/06/2020, às 16h00

None
Gabi Oliveira (Foto: Reprodução/Instagram) e =Neggata (Foto: Reprodução/Instagram)

Pouco mais de um mês desde as mortes de João Pedro, no Rio de Janeiro, e George Floyd, nos Estados Unidos, segue urgente o debate sobre racismo estrutural no Brasil e no mundo. A Rolling Stone Brasil entrou em contato com Gabi Oliveira, formada em Comunicação Social e criadora do canal De Pretas, e Neggata, formada em Ciências Sociais e comunicadora desde 2014.

Além do conteúdo produzido nos respectivos canais do YouTube e projetos paralelos, conheça algumas indicações culturais - entre livros, documentários e séries  - para aprender mais sobre o antirracismo. 

+++ LEIA MAIS: "I Have a Dream": Destrinchamos o discurso de Martin Luther King e o sonho ainda não chegou

Insecure

Indicação de Neggata, a série acompanha duas amigas afro-americanas Issa Dee e Molly em diversas experiências - muitas desagradáveis. A produção tem quatro temporadas na HBO. 

Por Que Eu Não Converso Mais Com Pessoas Brancas Sobre Raça 

Livro da jornalista Reni Eddo-Lodge conta com a apresentação de Gabi, e surgiu após uma publicação da britânica sobre o tema nas redes sociais, que viralizou em 2014. A autora esperava respostas racistas ao texto, mas a reação diferente resultou o livro. 

+++ LEIA MAIS: Moradores de Minnesota querem que estátua do Prince substitua a de Cristóvão Colombo

Dear White People (Cara Gente Branca) 

Baseada no filme de mesmo nome lançado em 2014, Cara Gente Branca é uma série da Netflix. Com três temporadas na plataforma, a produção acompanha um grupo de estudantes negros de uma importante universidade dos Estados Unidos onde a maioria dos alunos é branca. Indicação de Neggata. 

Auto de Resistência

Documentário disponível na Amazon Prime Video relata homicídios de civis praticados pela polícia no Rio de Janeiro. Os casos ficam conhecidos como "autos de resistência", e o filme acompanha o impacto das mortes cotidianas na comunidade. Sugestão de Gabi.

+++ LEIA MAIS: George Floyd: ouça as músicas do homem brutalmente assassinado por policiais nos EUA

Quem tem medo do feminismo negro?

Lançado em 2018, o livro de Djamila Ribeiro explica as pautas das mulheres negras dentro do feminismo em um misto de ensaio autobiográfico e uma seleção de artigos publicados por no blog da revista Carta Capital. Indicado por Neggata pela maneira didática de abordar o tema. 


+++ A PLAYLIST DO SCALENE