Além de R$15 milhões em leite condensado: os gastos do governo Bolsonaro em 2020

Apenas a combinação de pizza e refrigerante custou R$ 32,7 milhões aos cofres públicos

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 26/01/2021, às 14h52

None
Jair Bolsonaro (Foto: Gabriela Bilo / Estadão Conteúdo / Agência Estado / AP Images)

Na última segunda, 25, o Portal Metrópoles divulgou um levantamento dos gastos com alimentos do Governo Federal na gestão Jair Bolsonaro em 2020. Apenas o valor com leite condensado foi R$ 15 milhões, mas os gastos também são altos com outros produtos, como pizza, refrigerante, bacon, chiclete e frutos do mar. As informações são do iG.

+++LEIA MAIS: Após chamar Bonner de canalha, Bolsonaro afirma: 'Vem mentir no Jornal Nacional com aquela cara de pastel'

Ao total, o valor com compras de alimentos dos órgãos do Executivo somam R$1,8 bilhão em 2020 - aumento de 20% em relação a 2019. Além do leite condensado, o governo Bolsonaro gastou R$ 5 milhões em uva passa, R$ 2,2 milhões em chiclete e o combo pizza e refrigerante totaliza R$ 32,7 milhões.

O Executivo também gastou R$ 7 milhões em bacon, R$ 6 milhões em frutos do mar e cerca de R$ 123 milhões em sobremesas diversas. Molhos (somando shoyu, inglês e de pimenta) representam R$ 14 milhões do total de gastos.

Outros grandes gastos do governo Bolsonaro são da geleia de mocotó (R$ 1,8 milhão), iogurte natural (R$ 21,4 milhões), grão de bico (R$2, 3 milhões) e mais alguns produtos. 

Segundo o levantamento, o Ministério da Defesa acumulou o maior gasto alimentar, com mais de R$ 632 milhões. O Ministério da Economia justificou ao Metrópoles o gasto da Defesa "porque se refere à alimentação das tropas das forças armadas em serviço".

Confira a lista completa do site do Metrópoles.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL