Brian May revela que cena chave de Bohemian Rhapsody quase foi cortada

O guitarrista do Queen diz ter brigado para mantê-la no filme

Redação Publicado em 29/11/2018, às 18h37

None
Foto: Divulgação/ Fox FIlmes

Em entrevista ao portal Classic Rock, Brian May contou como ele e Roger Taylor brigaram para manter uma imporante cena de Bohemian Rhapsody.

Os integrantes do Queen desejaram manter no corte final do filme o momento no qual Freddie Mercury – vivido por Rami Malek – conta aos colegas de banda que ele irá gravar dois discos solos.

O guitarrista, interpretado por Gwilym Lee em Bohemian Rhapsody, revelou que a cena quase foi tirada do filme durante o corte final porque, segundo ele, “sempre há uma necessidade de deixar as coisas mais curtas”.

May entende este evento como algo difícil pelo qual passou, mas também o vê como "chave" para a história. Segundo ele, a maneira como a reunião foi retratada no filme é bem semelhante ao que aconteceu na realidade e fez o Queen se separar por um tempo.

Exclusivo: os bastidores do Bohemian Rhapsody, filme sobre a vida de Freddie Mercury

May, que acredita em um possível Oscar para Malek, admitiu achar a cena em questão “um momento maravilhoso de atuação, e muito daquilo [que vemos em cena] nem estava no roteiro”.

“Quando assisto, sinto que aquele é o Freddie. Ele falava baixinho, tragava o cigarro, não queria sair falando. Às vezes ele falava de um jeito direto e seco, mas dava para ver a angústica por dentro.”

“Lutamos para que essa cena permanecesse por causa do realismo, que a tornou angustiante. Foi um momento muito difícil para nós, era como se Freddie tivesse deixado nossa família.”