Cantora Duffy revela que foi ‘violentada, drogada e mantida em cativeiro’ em post de Instagram

A artista revelou por que se afastou da mídia após o lançamento dos dois primeiros discos da carreira e agradeceu o apoio dos fãs ao longo dos anos

Redação Publicado em 26/02/2020, às 08h20

None
Duffy (Foto: Reprodução / Instagram)

A cantora Duffy revelou ontem, 25, que se afastou da imprensa após ser violentada, drogada e mantida em cativeiro. Por meio de um post no Instagram, a artista explicou para os seguidores o motivo de ter "desaparecido" da mídia após o lançamento dos dois primeiros discos da carreira e por que escolheu compartilhar esta informação para o público neste momento.

"Você só pode imaginar a quantidade de vezes que eu pensei em escrever sobre isso. O jeito que eu escreveria, como eu me sentiria depois disso. Bom, não tenho certeza do por que agora é a melhor hora e o que parece emocionante e libertador para eu falar sobre. Eu não consigo explicar."

Ela completou: "Um jornalista entrou em contato comigo, ele achou um jeito de me alcançar e eu contei para ele tudo o que aconteceu no último verão. Ele foi gentil e foi incrível finalmente falar. A verdade é, e, por favor, confiem que eu estou sã e salva agora, eu fui violentada, drogada e mantida em cativeiro por alguns dias".

+++ LEIA MAIS: Pop Smoke, revelação do rap, é morto a tiros aos 20 anos

Segundo o Yahoo Entertainment, Duffy conquistou a fama com o single "Mercy", do disco de estreia Rockferry, em 2008. Com o primeiro trabalho da carreira, a cantora recebeu o prêmio de Melhor Álbum de Vocal Pop, no Grammy 2009.

Contudo, após três anos do lançamento de sucesso, a artista se afastou da mídia e dos projetos musicais. Apenas em dezembro de 2019, a cantora voltou para as redes sociais e compartilhou uma foto no Facebook com a legenda "2020", que aumentou a expectativa dos fãs para um novo lançamento.

Duffy ainda garantiu os seguidores que não corre mais riscos e já se recuperou do trauma. Além disso, ela também explicou por que nunca utilizou a música para "expressar a dor" dela. 

+++ LEIA MAIS:  Billie Eilish revela por que parou de ler comentários de Instagram

"Claro que eu sobrevivi. A recuperação levou um tempo. Não tem um jeito leve de dizer isso. Mas eu posso dizer para vocês, na última década, as centenas e centenas de dias que eu me empenhei para querer sentir a luz do sol no meu coração de novo. O sol brilha, agora."

A artista completou: "Vocês questionam por que eu escolhi não usar minha voz para expressar minha dor? Eu não quis mostrar para o mundo a tristeza nos meus olhos. Eu me perguntei: 'Como eu posso cantar com o coração se ele está quebrado? E, lentamente, ele [ficou] inteiro". 

Por fim, Duffy prometeu revelar mais detalhes em uma entrevista, agradeceu o apoio dos fãs e pediu para eles respeitarem a privacidade dela e da família para tornar, de alguma forma, a experiência positiva.

"Eu tenho um amor sagrado e uma sincera apreciação pela bondade de vocês ao longo dos anos. Vocês têm sido amigos. Eu quero agradecer vocês por isso."

Horas depois de compartilhar a mensagem, Duffy deletou a legenda do post do Instagram. Além disso, nenhum comentário pode ser visualizado na postagem.


+++ TITÃS CELEBRA ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN