Chris Martin homenageia George Michael em show realizado em um abrigo para os sem-teto em Londres

O líder e vocalista do Coldplay executou uma tocante versão de “Last Christmas”, do duo Wham!

Rolling Stone EUA Publicado em 30/12/2016, às 13h12 - Atualizado às 13h53

Chris Martin, vocalista do Coldplay, durante apresentação
Charles Sykes/AP

O vocalista e frontman do Coldplay, Chris Martin, homenageou George Michael (morto no último domingo, 25) em um show realizado em um abrigo para pessoas em situação de rua, em Londres.

Na ocasião, o músico britânico executou ao violão uma comovente versão acústica da balada synth-pop “Last Christmas”, lançada originalmente em 1984 pelo duo Wham!, do qual Michael fez parte ao lado de Andrew Ridgeley entre 1981 e 1986.

“Um grande obrigado a Chris Martin, do Coldplay, por aparecer em uma de nossas unidades para entreter nossos hóspedes”, postou a Crisis (organização filantrópica fundada em 1967 e voltada a ajudar pessoas em vulnerabilidade social e situação de rua) no Facebook, junto ao vídeo da performance do cantor.

No clipe, Martin despretensiosamente toca violão e canta ao lado de Kevin, um dos hóspedes do abrigo. Kevin assume o vocal principal do hit natalino do Wham!, em um emocionante tributo ao cantor pop autor de clássicos atemporais como “Freedom”.

De acordo com um dos voluntários da organização, Martin ainda teria ajudado a fazer chá e café para os abrigados na instituição. “Aquele momento em que o vocalista do Coldplay, Chris Martin, entra em um abrigo da Crisis sem alarde, fanfarra ou imprensa, para ajudar a fazer chá e café e ainda tocar violão para os hóspedes”, escreveu o funcionário na conta dele do Instagram.

Na última semana, Martin fez uma performance-surpresa em um show beneficente da Bowery Mission, em Nova York. Durante a apresentação, ele tocou uma delicada cover de “Yesterday”, além de uma inusitada e lúdica versão de “Hotline Bling” ao piano. Relembre aqui.

Assista abaixo à releitura acústica de “Last Christmas”, do duo Wham!, executada por Chris Martin.