Coronavírus ‘não deu chance’ para Eddie Van Halen se recuperar de câncer, desabafa filho do guitarrista

Wolfgang Van Halen, filho de Eddie Van Halen, disse que pandemia do coronavírus impediu que seu pai viajasse e recebesse mais tratamento

Itaici Brunetti Publicado em 06/06/2021, às 11h20

None
Eddie Van Halen (Foto: Kevin Winter / Getty Images)

Wolfgang Van Halen, filho do guitarrista Eddie Van Halen, disse que se não fosse pela pandemia do coronavírus seu pai poderia ter continuado a fazer viagens internacionais para receber mais tratamento para o câncer e, possivelmente, ainda estar vivo. (via NME)

Em entrevista ao The Washington Post, Wolfgang Van Halen falou sobre o assunto e pontuou que, por causa da morte de seu pai, um último sonho seu não pode ser realizado; o de ter Eddie Van Halen tocando um solo de guitarra em uma música da Mammoth WVH, nova banda do rapaz. 

+++LEIA MAIS: Gene Simmons sobre Eddie Van Halen: 'Ninguém desde Jimi Hendrix teve esse tipo de impacto'

"Do jeito que imaginamos, se eu abrisse os shows do Van Halen com a minha banda, ele [Eddie Van Halen] viria e tocaria um solo em uma das músicas. Esse teria sido o sonho final", disse o baixista de 30 anos. 

"Vou odiar para sempre a Covid-19 e como o meu pai foi tratado, porque roubaram aquele momento de mim," desabafou Wolfgang Van Halen.

Eddie Van Halen, lendário guitarrista do Van Halenmorreu em 6 de outubro de 2020, aos 65 anos, após uma longa batalha contra o câncer. A causa da morte foi em decorrência de um acidente vascular cerebral. Segundo atestado de óbito, ele sofria de outras doenças e o câncer já havia se espalhado para outros órgãos.

+++LEIA MAIS: Atestado de óbito revela causa exata da morte de Eddie Van Halen

Wolfgang Van Halene sua banda, Mammoth WVH, fará os shows de abertura da turnê norte-americana do Guns N' Roses no segundo semestre de 2021. Em 2006, ele se tornou baixista do Van Halen, substituindo Michael Anthony. 


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL