Entenda o final de Old Guard, novo filme da Netflix com Charlize Theron: o que vem por aí para os imortais?

Produção estreou no dia 10 de julho de 2020 na plataforma

Redação Publicado em 16/07/2020, às 10h11

None
Charlie Theron em The Old Guard (Foto: Reprodução/Netflix)

A pandemia do novo coronavírus paralisou totalmente os novos lançamentos dos cinemas. No entanto, os streamings continuam a lançar novas produções ao público. Um dos mais recentes, e principais, da Netflix foi Old Guard, estrelado por Charlize Theron. O filme estreou no dia 10 de julho.

A sinopse de Old Guard é: "Andy (Charlize Theron) e seus companheiros formam um grupo de soldados que possuem a inestimável virtude da vida eterna. Eles vivem através dos anos oferecendo seus serviços como mercenários para aqueles que podem pagar, se passando como seres humanos comuns dentre os demais. No entanto, tudo muda com a descoberta de que existe uma outra imortal que atua como fuzileira naval".

+++LEIA MAIS: Viola Davis se arrepende de ter estrelado em Histórias Cruzadas: 'Me traí'

Atenção: Spoilers de Old Guard a seguir

O que acontece no final do filme

Depois da grande batalha final nos escritórios da empresa farmacêutica de Merrick em Londres, os imortais se reúnem em um pub para discutir um assunto importante, as consequências da traição de Booker.

Enquanto Andy, Joe e Nicky conversam, Booker espera do lado de fora junto de Nile, que se livra dos outros enquanto a conversa continua. Booker percebe que Andy devolveu o telefone a Nile, e o ex-fuzileiro naval diz a ele que Copley vai ajudá-la, declarando-a morta em ação, para que a família não fique mais perturbada com a dúvida.

Com uma decisão tomada, Andy sai para dizer a Booker como estão as coisas com ele e o restante do grupo. Ela explica que ele não deve entrar em contato com nenhum deles por um século inteiro e que eles se reunirão no mesmo lugar quando o período de recusa terminar.

+++LEIA MAIS: Netflix divulga, pela primeira vez, lista dos 10 filmes mais vistos do streaming

Com Booker deixado para trás, Andy, Joe, Nicky e Nile vão ao escritório de Copley e têm a oportunidade de repassar a pesquisa feita pelo ex-agente da CIA. Como observa Nile para Andy, parece que Copley encontrou o motivo por trás da razão pela qual os membros do grupo não podem morrer.

Apesar de não ser mais imortal, Andy é revigorada por esse fato e começa a explicar como as coisas vão funcionar daqui para frente. Com a inteligência dele e recursos, Copley é responsável por limpar qualquer vestígio da existência dos imortais e por encontrar missões adequadas para as habilidades particulares.

Após o título de Old Guard, o filme deixa o espectador com uma última cena. Em Paris, um tempo depois, Booker chega ao apartamento completamente bêbado. Por mais desnorteado que possa estar, no entanto, ele ainda consegue sentir a presença de alguém lá dentro e entra no imóvel com armado.

Uma mulher misteriosa pega uma bebida e diz: "Booker. É um prazer finalmente conhecê-lo". É revelado que essa mulher é a lendária Quynh.

+++LEIA MAIS: As 3 melhores estreias da semana no Amazon Prime Video


O que vem por aí para Andy e os imortais?

É certo que os imortais possuem diversos talentos e recursos, mas o lhes falta uma organização real e uma verdadeira declaração de missão, mas agora essa lacuna foi preenchida. 

No entanto, existe um problema significativo: Andy, a líder do grupo de imortais, não é mais imortal. Ela tem a sorte de descobrir que as habilidades de cura se foram depois de receber uma lesão não letal, e ela certamente parece estar bem no final de Old Guard, mas todas as missões daqui para frente terão um risco jamais visto.

Andy ainda é uma peça importante dentro do grupo, porque a experiência como, potencialmente, o ser mais velho da Terra é valiosa, mas as táticas e estratégias, dela e da equipe, precisarão mudar na batalha.

+++LEIA MAIS: Dark mostra testes de elenco - e inclui Adam irreconhecível sem maquiagem


Booker vai virar um vilão?

Como mostrado no final, o destino de Booker parece estar muito ligado ao de Quynh.

É uma situação instigante, motivada pelo fato de que Booker não parece ser um antagonista que a maioria dos filmes possuem. Na maioria das histórias do gênero de ação, há uma perspectiva bastante maléfica dos traidores, eles são retratados como os piores seres que já existiram. Porém, os integrantes da Old Guard são mais evoluídos do que isso e o conhecem há tempo suficiente para que eles possam apenas cortar laços com ele permanentemente, como aconteceu no final.

O filme termina em um lugar tão neutro entre Booker e os outros que é difícil saber dos conflito e como tudo vai acabar. Ao mesmo tempo, é possível que uma sequência possa se passar daqui a 100 anos e ser retomada após a sentença do francês ser concluída, além de mostrar os personagens principais em novas situações.

+++LEIA MAIS: Soldado Invernal da Marvel, Sebastian Stan é cancelado na web por foto da namorada em 2018


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE