Eric Clapton toca clássico do Prince pela primeira vez em show cheio de raridades na Inglaterra; assista

Músico fez três apresentações seguidas no histórico Royal Albert Hall, depois de uma turnê pelo Japão

Rolling Stone EUA Publicado em 16/05/2019, às 10h51

None
Eric Clapton (Foto: Star Max / AP Photos)

Eric Clapton iniciou a sequência de três shows em Londres, no Royal Albert Hall, na segunda-feira, 13, com um repertório poderoso que incluía uma homenagem a Doris Day, atriz que morreu naquele mesmo dia, com a música cantada por ela "Que Sera, Sera (Whatever Will Be, Will Be)", uma rara versão com guitarra elétrica de "Layla" e, para encerrar a noite, escolheu uma surpreendente versão de "Purple Rain", de Prince.

+++ LEIA MAIS: Os 15 melhores Acústicos MTV dos Estados Unidos

Essa não foi somente a primeira vez na qual Clapton apresentou essa música do Prince nos palcos, como também é a primeira cover que ele faz ao músico norte-americano na história.

Clapton não faz uma turnê longa desde 2013 (a última passagem pelo Brasil foi em 2011), mas a cada ano ele se apresenta em alguns mercados grandes para ele.

Em 2019, por exemplo, no mês de abril, Clapton fez cinco shows em Tóquio, no Nippon Budokan. Ali, ele mostrou a versão elétrica de "Layla" pela primeira vez desde 2013, e outras raridades, como “Wanna Make Love To You”, “Pretending” e “Running on Faith”.

De volta ao Royal Albert Hall, na segunda-feira, ele apresentou "Tearing Us Apart” pela primeira vez desde 2011, “Change the World”, tocada por último em 2004, e “Holy Mother”, ausente do setlist desde 2003.

Assista ao vídeo no qual Clapton toca "Purple Rain", do Prince, na Inglaterra: 


Não é certo o motivo pelo qual Clapton decidiu tocar “Purple Rain” na performance, mas logo depois que Prince morreu, em abril de 2016, o guitarrista publicou um tributo emocionado no Facebook.

"Estou muito triste com a morte do Prince", ele escreveu. "Ele era um verdadeiro gênio e uma grande inspiração para mim. Isso de uma maneira muito real. Nos anos 1980, eu estava em um caminho para o fundo do poço com álcool e drogas quando assistir ao filme Purple Rain em um cinema no Canadá", contou Clapton.

Ele continuou: "Eu não tinha ideia de quem ele era, mas foi como um raio caindo sobre mim. No meio da minha depressão e no estado terrível que vivia a música naquela época, ele me deu esperança. Ele era a luz em meio à escuridão."

Clapton vai apresentar mais dois shows no Royal Albert Hall antes de ir para a Alemanha e a Áustria para algumas apresentações em junho. Em setembro, ele segue para os Estados Unidos para shows em San Francisco, Las Vegas and Phoenix, entre outros.

+++ [Session RS] Di Ferrero revela qual música criou ao conhecer a esposa Isabeli Fontana