Estrela de Três é Demais, Lori Loughlin enfrenta cadeia por fraude em universidade

A atriz subornou a faculdade para as filhas serem admitidas

Redação Publicado em 26/05/2020, às 16h13

None
Três é Demais (Foto: Divulgação / Warner)

Lori Loughlin e o marido, Mossimo Giannulli, declararam-se culpados de participar de um esquema de manipulação em admissão de faculdades dos Estados Unidos, informou Consequence of Sound nesta semana. Ambos serão presos.

Loughlin ficará na prisão por dois meses, e em condicional por dois anos depois disso. Deve servir, também, 100 horas de serviços comunitários e pagar uma multa de US$ 150 mil (cerca de R$ 805 mil).

+++ LEIA MAIS: 6 séries de comédia subestimadas da Netflix para você maratonar [LISTA]

Para Giannulli, a pena é mais severa: cinco meses presos e dois anos de condicional. A multa foi de US$ 250 mil, e 250 horas de serviços comunitários. Ambos concordaram em se declararem culpados por acordo.

O casal foi duas das 50 pessoas acusadas pelo FBI e pela Procuradoria dos EUA por fraude e suborno em um esquema que pagava faculdades para aceitarem alunos. No caso de Giannulli e Loughlin, o suborno foi de US$ 500 mil para USC, para ambas as filhas ingressarem.

+++ LEIA MAIS: Os 5 piores filmes de terror dos anos 1990 [LISTA]

Lori Loughlin é conhecida por interpretar Rebecca Donaldson-Katsopolis em Três É Demais. Ela é esposa de Tio Jesse e mãe dos meninos gêmeos,