Governo da Coreia do Norte diz que artistas de K-Pop são ‘escravos’

Artigo publicado em site norte-coreano acusa as agências de escravidão

Redação Publicado em 19/03/2021, às 13h34

None
BTS (Foto: Divulgação)

O K-pop é mais que um gênero musical, é um fenômeno da música pop que abrange cultura, moda, comportamento, e mais. Além de ser uma das principais exportações culturais da Coreia do Sul, com um crescimento internacional grandioso ao longo dos anos. As informações são da CNN.

Um artigo publicado pelo site norte-coreano Arirang Meari no último fim de semana, porém, acusa as agências de K-pop de "exploração escravista" de grandes grupos como BTS e Blackpink.

+++LEIA MAIS: BTS, Doja Cat e mais: os indicados 'injustiçados' do Grammy Awards 2021

De acordo com a matéria, os artistas de K-pop são "presos a contratos inacreditavelmente injustos desde muito jovens, detidos em treinamentos e tratados como escravos após terem seus corpos, suas mentes e suas almas roubados por conglomerados viciados e corruptos ditos artísticos."

Não é segredo que a indústria do k-pop - assim como a indústria da música pop - é bastante cansativa e exige uma grande parcela de tempo e dedicação dos artistas. Porém, o artigo não inclui provas das alegações, cita "reportagens" de outras mídias, e aponta casos de suicídios e depressão para comprovar o argumento.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: BTS fala sobre primeira indicação e apresentação: 'É difícil expressar em palavras'


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Segundo a CNN lembra, a Coreia do Norte é acusada de abusos de direitos humanos, como a sujeição de prisioneiros políticos a trabalho forçado e a condições análogas à escravidão, de acordo com um relatório histórico da ONU de 2014.

Ainda, a CNN aponta que o artigo provavelmente foi parte de um esforço dos propagandistas norte-coreanos para reprimir a mídia estrangeira, já que o país censura o consumo de música, séries, filmes e outros conteúdos. 

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Confira as melhores performances da premiação

Outra questão pontuada pela CNN é que apesar de séculos de cultura compartilhada, a música na Coreia do Norte e na Coreia do Sul evoluiu de maneira muito diferente desde que foi dividida após a Segunda Guerra Mundial.

O K-pop se tornou uma indústria multibilionária com reconhecimento mundial enquanto a música na Coreira do Norte “é uma parte importante da vida cotidiana e serve como uma ferramenta-chave de propaganda, celebrando a família governante Kim e sua luta contra a agressão imperial”, como pontua a CNN.

+++LEIA MAIS: BTS queba novo recorde no Guinness Book com o hit ‘Dynamite’


+++ HUNGRIA HIP HOP | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL