Iggor Cavalera não acredita no fim do Daft Punk: 'É mentira, eles vão voltar'

Ex-baterista do Sepultura comentou a separação da dupla francesa

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 04/03/2021, às 13h40 - Atualizado às 13h44

None

Embora Iggor Cavaleraseja um dos bateristas de trash metal mais respeitados do mundo, sua fascinação pela música eletrônica não é novidade. Ao ser questionado sobre o que sentiu com o fim do Daft Punk, o ex-Sepultura disse não acreditar na separação e acha que a dupla vai voltar. 

"Vou falar a verdade para vocês: eu acho que é mentira", disse Iggor Cavalera ao canal Heavy Talk, do Youtube, sobre o fim do Daft Punk. "Eu acho que os caras vão voltar daqui a um ano e vão fazer todo mundo ficar com a maior 'cara de tacho'", completou o baterista. 

+++LEIA MAIS: Iggor Cavalera explica porque recusou convite para entrar no Guns N' Roses

Iggor, que conhece Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo, integrantes do Daft Punk, acha que a notícia da separação faz parte de um plano de marketing. "Já não é de hoje que eu conheço esses caras e eles são os maiores marqueteiros. Eu tenho certeza que logo eles vão falar: 'Voltamos!', como se fosse 'a volta dos mortos'". 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Ainda no assunto, o baterista brasileiro continuou: "Tenho quase certeza que os caras vão aprontar essa. Por isso que eu nem fiquei muito encanado com essa história [da separação], porque acho que tem mutreta nesse negócio aí. Vamos esperar para ver qual é, mas acredito que eles voltam". 

Atualmente, Iggor Cavalera toca com os projetos Mixhell (ao lado da esposa Laima Leyton), Cavalera Conspiracy (com o irmão Max Cavalera), e Petbrick. Ele também se apresenta esporadicamente com a dupla de rock alternativo eletrônico Soulwax. 

+++LEIA MAIS: Após separação, Daft Punk cresce mais de 500% nos streamings

A parte em que Iggor Cavalera fala sobre o Daft Punk pode ser vista a partir dos 28 minutos do vídeo abaixo:


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL