Lollapalooza 2015: segundo dia de festival colocará público para dançar com Calvin Harris e Pharrel Williams

The Smashing Pumpkins, Interpol e os novatos brasileiros Far From Alaska e O Terno também são destaques

Redação Publicado em 29/03/2015, às 08h23

Pharrell Williams
Matt Sayles/AP

Enquanto a abertura do Lollapalooza foi dominada por atrações roqueiras, neste domingo, 29, o segundo e último do festival, tem clima de balada. Sem, claro, esquecer do bom e velho rock and roll.

Lollapalooza 2015: disposição dos palcos sofre pequenas mudanças; veja o mapa.

Do novo ao consagrado rock nacional

O gênero está muito bem representado, a começar pelas bandas nacionais. Os potiguares do Far From Alaska prometem “porrada o tempo inteiro” com as faixas de Modehuman, eleito pela Rolling Stone Brasil como um dos melhores discos lançados em 2014.

Lollapalooza 2015: após tocar com Agridoce, Pitty retorna ao festival com guitarras e show “mais profissional” da carreira.

Jogando em casa, o trio paulistano O Terno mantém o nível lá em cima com requintado som sessentista, soul e psicodélico.

Há mais tempo na estrada, Mombojó e Pitty nunca decepcionam. Os pernambucanos do Mombojó vêm de álbum fresco, Alexandre, o quinto deles, de 2014. Pitty retorna do projeto acústico com o Agridoce realizado ao lado do guitarrista da banda dela, Martin, que por sua vez aventurou-se em trabalho solo, e toca o também recente disco Setevidas.

Vale a pena ouvir de novo

Dos Estados Unidos, chegam dois nomes de peso, o Interpol, de formação mudada e álbum superavaliado (El Pintor), além do The Smashing Pumpkins.

Lollapalooza 2015: “Não temos palco elaborado, só tentamos fazer do show algo único”, diz guitarrista do Interpol.

Mais ativo do que nunca, o Smashing Pumpkins lançou novo trabalho em dezembro do ano passado e sairá com novo LP antes do final de 2015, no entanto, em entrevistas recentes, o vocalista e guitarrista Billy Corgan tem dado a tender que o grupo pode em breve se desintegrar.

Acordes conscientes

Também há espaço para música com cunho social no domingo de Lollapalooza. Rotulado como o “Rage Against the Machine” mexicano, o Molotov traz rapcore em espanhol, cheio de mensagens críticas ao sistema e ao status quo do país deles, onde fazem enorme sucesso. Preste atenção nas letras, qualquer semelhança com o Brasil não é mera coincidência.

Lollapalooza 2015: atrações nacionais elegem “faixa indispensável” de seus shows.

Ao misturar eletrônico com batidas instrumentais e o sopro dos metais de plano de fundo, os ingleses do Rudimental tentam transmitir a pluralidade londrina, dialogando com os centros urbanos por onde passam mundo afora.

Clima de boate

A variedade dançante é vasta. Young the Giant canta indie rock para bailar agarradinho ou para pular até pingar de suor, assim como o The Kooks e o novo e surpreendente disco Listen. O Foster The People é uma metralhadora de baladas para curtir balançando os cabelos e com as mãos para cima.

Lollapalooza 2015: Mombojó junta Jack White, Calvin Harris e Pharrell Williams na mesma música.

Calvin Harris e Pharrel Williams transformarão o Autódromo de Interlagos de vez em uma grande festa a céu aberto com hits como "Bounce", "Feel So Close", "Let's Go" e “Happy” e “Gust of Wind”.

Acesso

Além do transfer (que custa R$ 50 por pessoa ida e volta, e faz o trajeto até as proximidades do Autódromo saindo do WTC, na Marginal do Pinheiros), será possível chegar ao local de trem, ônibus, e carro, sendo que o veículo que tiver quatro ou mais pessoas ganha voucher de alimentação no festival.

Trem

A linha 9-Esmeralda da CPTM foi o meio utilizado por Perry Farrell para ir à coletiva de imprensa de apresentação do Lollapalooza Brasil 2014, no Autódromo de Interlagos. A estação Autódromo fica a aproximadamente 800 metros do portão 9 do festival. Para agilizar o acesso, o intervalo de tempo entre a passagem dos trens da linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) será reduzido.

Outra opção para ir de trem é descer na estação anterior, na mesma linha, a Jurubatuba, na Avenida das Nações Unidas nº 22540, a 3,5 quilômetros de uma das entradas do festival. De lá, partirão ônibus com a sinalização “Lollapalooza”.

No sábado, o trem funciona das 5h às 1h e, no domingo, das 5h às 0h.

Ônibus

Serão 27 linhas de ônibus que levam de vários lugares de São Paulo até o Autódromo de Interlagos, além de mais de 40 outras linhas que partem do terminal de ônibus Santo Amaro (que fica aberto 24h no fim de semana do festival). Para a volta, uma linha especial levará o público do festival até o terminal Santo Amaro, das 20h às 1h, partindo do portão 8. Para ver a lista completa de ônibus, acesse o site http://www.sptrans.com.br/.

Carro

As ruas no entorno do Autódromo estarão todas bloqueadas durante o fim de semana, e profissionais da CET fiscalizarão a região para se certificar de que não há carros estacionados no local. São 4 mil vagas de estacionamento (quase esgotadas), e quem levar quatro ou mais pessoas no carro ganhará vouchers de alimentação da organização. Quem for de carro, deve fazer a entrada pelo portão G. No entanto, os tickets para o estacionamento já estão esgotados.

Táxi

Serão três pontos de táxi nas imediações do local: o Ponto A: no portão 9, Av. Jacinto Julio; Ponto B: portão 8, Av. Sem. Teotonio Vilela; e o Ponto C: portão TL, Av. Interlagos.

Veja dez roqueiros que deixaram sua marca na moda.

Bilheteria

Compra e retirada de ingressos serão feitas no portão 7 a partir das 10h.

O que pode levar?

Como é comum nesse tipo de evento, não será permitida a entrada de alimentos que não estejam lacrados, bem como de garrafas, capacetes, livros, revistas, jornais, latas, ou qualquer material de vidro e metal que possam ser pontiagudos ou cortantes. É proibida, também, a entrada com perfumes e cosméticos, fogos de artifício e bandeiras com mastro. Não será permitida também a entrada de "paus de selfie", por motivos de segurança, a organização do Lollapalooza decidiu banir o artefato da área do evento.

Pode levar chapéu (ou boné), óculos escuros, mochilas e bolsas, capa de chuva, protetor solar (e labial), canga e barra de cereal.

Equipamentos eletrônicos

O festival poderá ser filmado, gravado, ou fotografado, entretanto, não está permitida a entrada de máquinas fotográficas ou filmadoras profissionais. O jeito é registrar com o celular ou com máquinas digitais portáteis.

Clima

Segundo o site Climatempo, a temperatura deve ficar entre 19º e 27º no fim de semana do Lollapalooza. Há previsão de chuva para a tarde e noite do sábado, e durante todo o domingo, portanto, levar uma capa de chuva se torna obrigatório. Além disso, o índice UV aponta altos níveis no fim de semana, portanto, o protetor solar é imprescindível. Roupas leves e confortáveis também são indicadas, assim como jaquetas e blusas para a provável queda de temperatura à noite.

Veja em que posição está Mellon Collie and the Infinite Sadness na lista dos 10 maiores álbuns duplos de todos os tempos.

Alimentação

O único alimento indicado pela organização para levar ao evento é a barra de cereal, portanto, é melhor preparar o bolso para as opções de alimentação costumeiramente caras que o Lollapalooza oferece.

Uma das novidades deste ano é o estabelecimento de uma moeda do festival, o Lolla Mango, só com ela será possível comprar alimentos e bebidas. Um Lolla Mango custará R$ 2,50.

Entretanto, a edição de 2015 terá preços bem mais caros quando comparados aos outros anos. As bebidas tiveram um aumento de até 66,6%. A água custará 2 Mangos, o refrigerante, 3, e a cerveja será cobrada com o valor de 4 Mangos, o equivalente a R$10.

Lollapalooza 2014: “Tudo o que fazemos é um pouco esquisito”, diz integrante do Arcade Fire.

Transmissão

Nos dois dias, a partir das 14h, os canais Multishow e Bis transmitem os shows dos palcos Onix, Skol, Interlagos e Perry, na TV e na web.

28 de março (sábado)

Palco Skol

12h05 às 12h50 – Baleia

13h45 às 14h45 – Banda do Mar

15h55 às 16h55 – Alt-J

18h20 às 19h35 – Robert Plant and The Sensational Space Shifters

21h15 às 23h – Jack White

Palco Onix

12h55 às 13h40 - Bula

14h50 às 15h50 - Fitz and The Tantrums

17h às 18h15 - Kasabian

19h40 às 21h10 – Skrillex

Palco Axe

12h às 12h30 - Banda 89 FM

13h às 13h45 – Boogarins

14h15 às 15h – Nem Liminha Ouviu

15h30 às 16h30 - Kongos

17h às 18h - St. Vincent

18h45 às 19h30 - Marcelo D2

20h15 às 21h15 - Marina And The Diamonds

21h45 às 23h – Bastille

Palco Perry

13h às 14h – DJ Anna

14h15 às 15h15 – Vintage Culture

15h30 às 16h30 - E-cologik Vs Jakko

16h45 às 17h45 – DJ Snake

18h15 às 19h30 - Dillon Francis

20h às 21h – Ritmo Machine

21h30 às 22h45 – Major Lazer

29 de março (domingo)

Palco Skol

11h50 às 12h35 - Scalene

13h30 às 14h15 - Molotov

15h25 às 16h25 - Interpol

17h35 às 18h50 – Foster The People

20h15 às 22h – Pharell Williams

Palco Onix

12h40 às 13h25 – Far From Alaska

14h20 às 15h20 - Rudimental

16h30 às 17h30 – The Kooks

18h55 às 20h10 – Calvin Harris

Palco Axe

12h às 12h30 – Dr. Pheabes

13h às 14h - Mombojó

14h30 às 15h30 – O Terno

16h às 17h – Three Days Grace

17h30 às 18h30 – Pitty

19h às 20h – Young The Giant

20h30 às 22h - The Smashing Pumpkins

Palco Perry

12h15 às 13h – Chemical Surf

13h15 às 14h – Fatnotronic

14h15 às 15h - Victor Ruiz AV Any Mello

15h15 às 16h15 – Big Gigantic

16h30 às 17h30 - Carnage

17h45 às 18h45 – The Chainsmokers

19h15 às 20h15 – Childish Gambino

20h45 às 22h - Steve Aoki

Serviço

O primeiro lote de ingressos para um dos dois dias de Lollapalooza estão à venda por R$ 340 (inteira) e R$ 170 (meia-entrada), no site da Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br), na bilheteria do Citibank Hall, em São Paulo (Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro), e em pontos de venda autorizados em todo o país. O segundo lote de Lolla Day, a ser comunicado em breve, custará R$ 380 (inteira) e R$ 190 (meia-entrada).

Estão disponíveis também ingressos do segundo lote do Lolla Pass. As entradas, que dão acesso aos dois dias de festival, custam R$ 660 (inteira) e R$ 330 (meia-entrada).

Ainda está à venda o serviço exclusivo do Sempre Livre Lolla Lounge, que dá direito a transporte até o autódromo, open bar, snack bar, buffet de jantar, área de relax, banheiros exclusivos e after party de uma hora após o término do evento. O Sempre Livre Lolla Lounge Pass (2 dias de festival) custa R$800 e o Lolla Lounge Day (1 dia de festival) custa R$450, não incluindo o valor do ingresso. Mais informações sobre este serviço estão disponíveis em www.ticketsforfun.com.br.