Lucy Liu relembra conflito com Bill Murray no set de As Panteras: 'Não iria desistir, e nem deveria'

Atriz revelou que cena específica causou conflito com Bill Murray

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 29/07/2021, às 11h59

None
Bill Murray e Lucy Liu em As Panteras (Foto: Reprodução/Columbia Pictures)

Lucy Liu relembrou conflito com Bill Murray no set de As Panteras (2000) após mais de uma década. Durante entrevista ao podcast Asian Enough, do Los Angeles Times, a atriz revisitou momentos desse conflito, o qual ressurgiu recentemente e se tornou viral graças a um tweet de um ex-assistente de produção.

Segundo Liu, a polêmica aconteceu por conta de uma cena ajustada sem o conhecimento de Murray. Também revelou como, durante as filmagens da cena, o ator começou a insultá-la. "Não vou entrar em detalhes, mas isso continuou e continuou. Eu estava, tipo: 'Uau, parece que ele está olhando diretamente para mim,'" afirmou.

+++LEIA MAIS: Bill Murray como Batman? Michael Keaton rejeitado? Batman de Tim Burton poderia ter sido bem diferente

Na época, a artista começou a ganhar notoriedade graças ao papel de Ling Woo em Ally McBeal: Minha Vida de Solteira (1997 - 2002), seriado estrelado por Calista Flockhart. Quando perguntou a Murray se falava com ela, percebeu como o colega estava, "porque começou então a tornar uma comunicação individual."

Lucy Liu definiu a linguagem de Bill Murray como "imperdoável e inaceitável." "Não importa o quão baixo você esteja no status ou de onde você veio, não há necessidade de condescender ou rebaixar outras pessoas," adicionou. "Eu não iria desistir, e nem deveria." A Entertainment Weekly pediu comentários ao ator, mas não obteve respostas.

+++LEIA MAIS: Depois de Thandie Newton, atriz Nia Long revela racismo em As Panteras: ‘Código para dizer que sou negra demais’

"Não vou sentar lá e ser atacada," explicou ao podcast, contando uma história da infância sobre como a mãe imigrante foi reprimida em uma loja porque não sabia falar inglês. "Não sei se tem a ver com o que aconteceu com minha mãe na loja. Quero minha dignidade e respeito próprio."


+++ 15 ANOS DE GISELE BÜNDCHEN NA CAPA DA ROLLING STONE BRASIL | ENTREVISTA