Luedji Luna fala sobre racismo estrutural e política no governo Bolsonaro: 'Aberração'

A cantora de 33 anos deu entrevista ao site The Guardian para promover o disco Bom Mesmo É Estar Debaixo D'Água

Redação Publicado em 07/12/2020, às 13h31

None
Luedji Luna (Foto: Instagram / Reprodução)

Recentemente, Luedji Luna deu uma entrevista ao site britânico The Guardian para promover o disco Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água, lançado em 14 de outubro e disponível em todas as plataformas digitais.

+++LEIA MAIS: Faixa a faixa: Luedji Luna se aproxima do rap, revisita o disco Um Corpo no Mundo e cria EP de remixes Mundo

“É um álbum que fala sobre mim, que é sobre mim”, revelou a brasileira de 33 anos durante a vídeo chamada. “Mas também trago outras vozes e imagens de mulheres negras. Porque é um ‘eu’ que também é ‘nós’, que é coletivo.”

“[A escritora e ativista social afro-americana] bell hooks disse que o amor cura, e trago a perspectiva da cura para este álbum”, continuou Luedji, afirmando que mulheres negras também têm o direito de “serem amadas.”

Ao ser questionada sobre racismo e política no governo Bolsonaro, a quem descreve como uma ‘aberração’ e herança de um passado colonial totalmente brutal, a cantora explicou que “essa ideia falsa, essa falácia de democracia racial é antiga.”

“Temos todos os dados que confirmam e comprovam estatisticamente que o Brasil é um país racista”, continuou. “Nosso país foi construído a partir da escravidão.”

No decorrer da conversa, Luedji também revelou que também quer “desmistificar” e “parar de demonizar” o Candomblé, religião à qual ela é adepta. 

Ela espera fazer o mesmo pelos negros.

+++LEIA MAIS: Como violência policial e racismo são normatizados pela produção audiovisual brasileira [ANÁLISE]

“Muitos esperam que a gente cante sobre fome, dor, tristeza. Mas podemos cantar sobre outras coisas. Também vivemos outras coisas. É por isso que falo de amor, para fugir desse estereótipo, dessa expectativa de dor quando você pensa em uma mulher negra”, afirmou. “Estou falando sobre o amor como cura. Estou falando sobre o amor como poder.”


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes!


+++ TICO SANTA CRUZ: 'A GENTE QUERIA PROVOCAR OS CONSERVADORES' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL