Mariah Carey gravou no sigilo um disco de grunge nos anos 1990

"Me ajudou a atravessar alguns dias sombrios", revelou a artista

Redação Publicado em 28/09/2020, às 16h50

None
Mariah Carey (Jamie McCarthy/Getty Images)

Para divulgar o novo livro de memórias chamado The Meaning of Mariah Carey(O Significado de Mariah Carey, em tradução livre), Mariah Carey revelou como gravou em segredo um disco de grunge em 1995. As informações são do site Consequence of Sound.

Nas redes sociais, a cantora escreveu: “Eu fiz um álbum alternativo enquanto fazia Daydream. Apenas para rir, mas me ajudou a atravessar alguns dias sombrios".

+++LEIA MAIS: Como um adolescente levou Mariah Carey de volta aos topos em uma madrugada

Na publicação, a vencedora do Grammy também mostrou mais detalhes sobre o projeto: “Eu traria minha pequena canção de rock alternativo para a banda e cantarolaria um riff de guitarra bobo. Eles pegavam e gravávamos imediatamente. Foi irreverente, cru e urgente, e a banda entrou nisso. Na verdade, comecei a amar algumas das músicas. Eu me comprometeria totalmente com meu personagem”.

Além disso, Mariah disponibilizou um trecho da música daquela época, enquanto mencionou uma amiga chamada Clarissa, que executou os vocais principais, "comigo como uma camada oculta". O trecho também incluía referências à banda Chick de Clarissa e o disco Someone’s Ugly Daughter (1995).

+++LEIA MAIS: 7 celebridades atacadas pelo Eminem nos discos: de Will Smith a Mariah Carey [LISTA]

Para a Pitchfork, os representantes da cantora confirmaram que ela escreveu, produziu e gravou vocais de fundo para o álbum da Chick, além de ter dirigido um dos videoclipes. Apesar de o disco não estar disponível no streaming, algumas músicas chegaram no Youtube, como "Demented". Ouça: 

The Meaning of Mariah Carey tem data de lançamento marcada para 29 de setembro.


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE