Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Morre Claudia Jimenez, de Sai de Baixo, aos 63 anos

A causa da morte de Claudia Jimenez ainda não foi divulgada

Redação Publicado em 20/08/2022, às 11h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Claudia Gimenez como Edileuza em 'Sai de Baixo' (1996)
Claudia Gimenez como Edileuza em 'Sai de Baixo' (1996)

Claudia Jimenez, atriz e humorista conhecida por seus papéis em A Escolinha do Professor Raimundo (1990) e Sai de Baixo (1994), morreu no início da manhã deste sábado, 20 de agosto, no Rio de Janeiro, aos 63 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista ao g1.

A intérprete de Dona Cacilda (A Escolinha do Professor Raimundo) e de Edileuza (Sai de Baixo) estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. A causa da morte de Jimenez ainda não foi divulgada.

+++ LEIA MAIS: A Sogra Que Te Pariu: Tudo o que você precisa saber sobre sitcom brasileira da Netflix [LISTA]


Quadro clínico de Cláudia Jimenez

Em 1986, a humorista descobriu um tumor maligno no mediastino, atrás do coração, em uma consulta de rotina para tratar de uma tosse persistente. O diagnóstico não se cumpriu, e a atriz curou-se da doença.

As sessões de radioterapia, porém, lhe causaram outro problema de saúde. Os médicos acreditam que o tratamento pode ter afetado os tecidos do coração, o que a obrigou a fazer pelo menos três cirurgias nos anos seguintes. Em entrevista ao Fantástico em 2014, falou sobre os anos de tratamento pelo erro médico.

+++ LEIA MAIS: 5 filmes adolescentes brasileiros para ver na Netflix: Modo Avião, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho e mais [LISTA]

Maturidade faz você ficar mais bacana. Às vezes, eu percebo que, internamente, não estou legal eu vou em busca de alguma coisa que me faça ficar legal. Eu faço qualquer coisa para ficar aqui.

Carreira de Cláudia Jimenez

Cláudia Maria Patitucci Jimenez conquistou o entretenimento brasileiro com papéis marcantes no teatro, no cinema e na TV, especialmente em programas de humor. Fez mais de 10 participações em programas afiliados e próprios da Rede Globo de Televisão.

+++ LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre Os Ausentes, primeira produção nacional da HBO Max: sinopse, estreia e mais [LISTA]

Sua estreia no teatro profissional foi em 1978, na peça “Opera do Malandro”, de Chico Buarque, em que viveu a prostituta Mimi Bibelô. Nos anos 1980, participou da abertura do programa Viva o Gordo, de Jô Soares, e deu vida à insaciável Pureza, conhecida pelo bordão icônico “Ainda morro disso!”.

Após migrar para a TV Globo, a atriz passou os anos seguintes sendo ovacionada pelo público pelos papéis marcantes em A Escolinha do Professor Raimundo (1990) e Sai de Baixo (1994), com frases e bordões inesquecíveis.