Morre Sally Grossman, mulher misteriosa da capa de disco icônico de Bob Dylan

Sally Grossman apareceu na capa de "Bringing It All Back Home", de 1965, e chamou a atenção dos fãs

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 15/03/2021, às 13h23

None
Capa da Bringing It All Back Home, de Bob Dylan (Foto: reprodução)

Sally Grossman, mulher que estrelou a capa do álbum Bringing It All Back Home (1965), de Bob Dylan, morreu em 10 de março de 2021, aos 81 anos. A informação é da Rolling Stone EUA.

A notícia da morte de Sally Grossman foi confirmada à publicação por sua sobrinha, Anna Buehler. Sally faleceu durante o sono em sua casa na cidade de Woodstock, Georgia, EUA. A causa da morte não foi informada. 

+++LEIA MAIS: Como Bob Dylan virou improvável ‘garoto propaganda’ da Victoria’s Secret nos anos 2000 [FLASHBACK]

Ao aparecer de roupa vermelha, sentada em uma poltrona e de cigarro na mão na capa do quinto álbum de estúdio de Bob Dylan, Sally Grossman logo chamou a atenção dos fãs que ficaram intrigados para saber quem ela era. 

Sally foi esposa de Albert Grossman, empresário de Dylan na época e figura importante na cena musical dos anos 60, tendo cuidado da carreira de Janis Joplin, Peter, Paul and Mary, The Band, Gordon Lightfoot e muitos outros artistas. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Sally nasceu em Manhattan, Nova York, e se mudou para o bairro do Queens quando cresceu. Ela frequentou as faculdades Adelphi e Hunter e, como muitos de sua geração, foi atraída pela florescente comunidade musical de Greenwich Village no início dos anos sessenta.

+++LEIA MAIS: O dia que homem sem camisa invadiu apresentação de Bob Dylan no Grammy - e ficou eternizado como 'Soy Bomb' [FLASHBACK]

Após abandonar a faculdade, Sally iniciou em um emprego de escritório na Trans World Airlines, e depois se tornou garçonete no Bitter End, local onde conheceu Albert Grossman, que havia acabado de se mudar de Chicago para Nova York. 

Após a morte de Albert em 1986, Sally continuou a supervisionar o estúdio de gravação do marido, assim como a sua gravadora, a Bearsville Records, e os dois restaurantes que tinha em Woodstock. Ela também concluiu um projeto dos sonhos de Albert: transformar um galpão no teatro Bearsville Theatre, inaugurado em 1989 e vendido em 2004.

De acordo com o site, Sally Grossman foi responsável por apresentar a amiga Sara Lownds a Bob Dylan, que veio a se tornar a primeira esposa do músico, de 1965 a 1977. 


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL